Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Pablo Fernández, preparador do Flamengo, se pronuncia após agressão em Pedro: 'Reagi da pior forma'

"Estive pensando sobre o que aconteceu por horas e gostaria de poder voltar no tempo", diz o profissional

Futebol|

Lance
Lance Lance

O preparador físico Pablo Fernández se manifestou após oepisódio de agressão em Pedro, no vestiário do Flamengo depois da vitória por 2 a 1 sobre do Atlético-MG.

O profissional argentino reconheceu o errom, se disse arrependido e pediu desculpas por desferir um soco no rosto do atacante rubro-negro (leia o texto na íntegra ao fim da matéria).

+ Quem é Pablo Fernández? Conheça preparador do Flamengo que agrediu Pedro

- É uma pena. Eu gostaria de poder, primeiro, falar sobre isso pessoalmente com todos os funcionários do clube. Senti-me muito magoado com uma situação e reagi da pior forma - diz um trecho do texto de Pablo Fernández.

Publicidade

O Flamengo ainda não se pronunciou até o momento, mas a demissão do preparador físico é iminente. Os próprios jogadores do Flamengo fizeram pressão para a saída do profissional. Além dele, outro que deve sair é Marcos Fernández, seu filho e também preparador da comissão de Sampaoli.

+ Sampaoli, do Flamengo, se manifesta após agressão de preparador em Pedro: ‘A violência nos separa’

Publicidade

A situação do técnico argentino é mais complexa. Ele se reunirá com dirigentes do Flamengo, na tarde deste domingo, para definir um solução consensual.

Leia do texto de Pablo Fernández na íntegra

Publicidade

"Eu poderia começar essas palavras de mil maneiras, mas a única que realmente faz sentido é pedir desculpas. Ao Pedro, aos colegas, aos trabalhadores e ao Flamengo. Entrei no vestiário muito chateado, querendo resolver logo a situação e fiz errado.

Foi planejado que hoje seria um dia de folga. É uma pena. Eu gostaria de poder, primeiro, falar sobre isso pessoalmente com todos os funcionários do clube. Senti-me muito magoado com uma situação e reagi da pior forma.

Estive pensando sobre o que aconteceu por horas e gostaria de poder voltar no tempo. Mas não se pode. O que existe é o presente e o futuro. Isso é pedir perdão e tentar novamente. Todas as vezes que for necessário. Lamento e gostaria de corrigir.

A alta competição geralmente tem coisas que nos fazem mal. Situações de alto estresse que nos fazem reagir e pensar mal. Não pretendo situar esse contexto como uma desculpa, mas como uma explicação.

Definitivamente, se eu tivesse divergências com o Pedro deveria tê-las resolvido em outro momento e de outra forma. Vou tentar fazer isso acontecer. Vou trabalhar para mudar e ser melhor."

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.