Futebol Organizada do São Paulo 'critica' protestos de torcedores sobre mudanças no estatuto: 'Manipulados'

Organizada do São Paulo 'critica' protestos de torcedores sobre mudanças no estatuto: 'Manipulados'

Independente soltou nota oficial nas redes sociais na qual se opôs aos 'torcedores comuns', que são contra às trocas que o Conselho debaterá no próximo dia 16 de dezembro

Lance
Lance

Lance

Lance

A Torcida Independente, principal organizada do São Paulo, se manifestou neste sábado (11), sobre a reunião do Conselho Deliberativo do clube, que votará mudanças no estatuto, como reeleição presidencial, a ampliação do mandato de conselheiros, redução do quadro de conselheiros (de 260 para 200), entre outros assuntos.

Essas mudanças estão sendo muito criticadas pelos 'torcedores comuns', que reclamam nas redes sociais e estão marcando protestos para o dia do encontro, que será virtual. No entanto, a Independente foi na contramão e se opôs ao restante da torcida.

- Uma pergunta para qualquer conselheiro de oposição ou situação: se eles são a favor de você, torcedor, ter o direito de voto. Muitos ali estavam torcendo para o São Paulo ir para a Série B para ganharem força internamente e assumirem futuramente o poder. Sério mesmo que esses caras torcem para o São Paulo? Como dissemos, se for pra Independente se posicionar, derrubamos os dois lados. Vai protestar dia 16 quem é manipulador e quem é manipulado - escreveu a torcida nas redes sociais.

VEJA A TABELA DO CAMPEONATO PAULISTA 2022!

Uma das reformas no estatuto previstas para serem votadas é a reeleição do presidente Julio Casares. Atualmente, o São Paulo não permite que um presidente se reeleja. Casares tem mandato até o final de 2023. Além disso, o mandato dos Conselheiros pode ser ampliado de três para seis anos.

Últimas