Futebol Organizada do Corinthians sai em defesa do goleiro Cássio: ' Repudiamos atos de covardia'

Organizada do Corinthians sai em defesa do goleiro Cássio: ' Repudiamos atos de covardia'

Goleiro do Timão, sua esposa e o zagueiro Gil foram ameaçados de morte na última quinta-feira (7)

Lance
Lance

Lance

Lance

A Gaviões da Fiel, principal torcida organizada do Corinthians, emitiu uma nota defendendo o goleiro Cássio. O capitão do clube, assim como sua esposa e o zagueiro Gil, receberam ameaças de morte na tarde de quinta-feira, após um dia de protestos que iniciou uma crise no clube.

> GUIA CORINTHIANS - Tudo sobre o Timão no Brasileirão

Através de suas redes sociais, a Gaviões disse repudiar qualquer ato de covardia e também as ameaças feitas ao goleiro Cássio e sua família. No comunicado, a organizada afirma estar colaborando com as autoridades para que o caso seja apurado e o autor das agressões seja encontrado e punido.

> GALERIA - Veja todos os técnicos estrangeiros na história do Timão

Ainda, a torcida organizada ressaltou que os protestos feitos no CT Joaquim e a conversa com lideranças do elenco e diretoria do clube na manhã de quinta-feira (7) 'nada tem a ver com isso.' Eles dizem apenas ter feito o papel do 'órgão fiscalizador do Corinthians.'

> TABELA - Confira e simule os primeiros jogos do Timão no Brasileiro

VEJA NOTA EMITIDA PELA GAVIÕES DA FIEL

"Os Gaviões da Fiel repudiam qualquer ato de covardia e também as ameaças feitas ao goleiro Cássio e sua família, e está colaborando com as autoridades competentes para que o caso seja apurado e esclarecido.

A conversa que tivemos com o elenco na parte da manhã de ontem (07) presencialmente no CT nada tem a ver com isso. Nós só fizemos a parte que nos cabe que é a de ser o órgão fiscalizador do Sport Club Corinthians Paulista."

“Pelo Corinthians, com muito amor, até o fim."

Gaviões da Fiel Torcida

CÁSSIO, ESPOSA E GIL SOFREM AMEAÇAS DE MORTE

Um perfil no Instagram, identificado como "$heik Caçador", mandou fotos de uma arma e balas sobre uma camisa do Corinthians, além de áudios ameaçadores ao personal trainer da esposa de Cássio, ameaçando o casal e o zagueiro Gil.

O Corinthians acionou a Delegacia de Polícia de Repressão aos Delitos de Intolerância Esportiva (DRADE) na tentativa de identificar o autor das agressões. Também, o goleiro prestou um Boletim de Ocorrência, e o clube soltou uma nota de repúdio condenando as ações e prestando solidariedade aos atletas e a mulher de Cássio.

GAVIÕES PROTESTA NO CT

Antes das ameaças direcionadas ao casal e o zagueiro Gil, o elenco do Timão recebeu torcedores organizados, insatisfeitos com o desempenho do time e atuação de alguns jogadores na manhã de quinta-feira (7). O foco foi dar força para Vítor Pereira e cobrar os atletas que não estão rendendo.

Um grupo de 14 membros da Gaviões da Fiel teve autorização para ingressar nas dependências do CT. Eles tiveram uma conversa com algumas lideranças do elenco profissional, os quais têm desagradado à torcida, como é o caso de Cássio, Fagner, Willian, Paulinho, Fábio Santos e Gil.

Além de falarem com esses atletas mais experientes, os torcedores se reuniram com o técnico Vítor Pereira, o presidente Duilio Monteiro Alves, o gerente de futebol Alessandro e o diretor de futebol Roberto de Andrade. O discurso da Gaviões foi de manifestar apoio ao treinador português e saber se há algum racha entre elenco e comissão técnica.

Antes do treino de quinta-feira, a Gaviões da Fiel emitiu uma nota através de suas redes sociais, fazendo duras cobranças ao elenco, afirmando que a 'paciência acabou'.

Últimas