Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

OPINIÃO: Vini Jr merecia indicação ao The Best pelas atuações dentro de campo e luta contra o racismo

Entidade máxima do futebol divulgou sem o nome do brasileiro a lista dos 12 jogadores candidatos a levar o troféu

Futebol|Do R7


Lance
Vini Jr já tem nove títulos com a camisa do Real Madrid (Foto: CRISTINA QUICLER / AFP)

Polêmicas escolhas da Fifa em suas premiações não são uma ocasião nova para os amantes do futebol. A bola da vez é a opção por deixar o brasileiro Vinícius Jr fora do top 12 de jogadores na temporada, longe da disputa pelo prêmio Fifa The Best.

Absurdo. Não há palavra melhor para descrever o significado da escolha da entidade, ainda mais observando os nomes que estarão brigando pelo título. Brozovic, por exemplo, ficou longe de ser uma unanimidade no quesito titularidade da Inter de Milão. Julián Álvarez, pelo Manchester City, não costuma jogar em sua posição e é apenas uma espécie de 12º jogador para Pep Guardiola.

Além da bola jogada dentro das quatro linhas, os números comprovam que Vini merecia ter sido lembrado pela Fifa. Ele foi o único a alcançar a marca de 20 gols e 20 assistências dentre todos os jogadores nas cinco grandes ligas europeias. Marcou gols em todas as fases da Champions League em que atuou, da fase de grupos até a semifinal. 121 passes decisivos, 211 dribles certos e 63% de acerto nas finalizações, de acordo com o site "SofaScore". Números elevados para um craque em alto nível e que tirou o Real Madrid de inúmeros apertos em 2022-23, com recital atrás de recital.

+ Já pensou em ser um gestor de futebol? Participe da nossa Masterclass com Felipe Ximenes e descubra oportunidades

Publicidade

Ter cinco jogadores de um mesmo time na lista à frente do brasileiro é simplesmente inaceitável. Há de se concordar que a temporada realizada pelo Manchester City foi histórica e brilhante, claro. A conquista da Tríplice Coroa, algo pouco comum no Velho Continente, entrou para a história dos Citizens. Porém, do quinteto, apenas Haaland atingiu o nível de atuações de Vinícius Jr. Gundogan, Kevin de Bruyne, Julián Álvarez e Bernardo Silva tiveram seus momentos de brilho, mas isso não justifica superar uma temporada inteira de altíssimo nível.

E para além dos fatores de dentro de campo, Vinicius é uma importante figura na luta contra o racismo, tomando posições que não encontraram eco na entidade máxima do futebol. Depois de ser alvo de dez casos de ofensas e injúrias raciais com a camisa do Real, diversos desdobramentos foram realizados, além de uma repercussão gigante no Brasil e no mundo. A La Liga foi exposta e os buracos legislativos das entidades e órgãos esportivos acabaram ficando claros para todos verem.

Publicidade

Se o universo do futebol, aparentemente, não consegue reconhecer o talento de Vini Jr dentro de campo, o camisa 7 merengue pode ficar tranquilo em uma questão muito mais importante: por ser um "The Best" na luta contra o racismo.

* Lucas Borges sob a supervisão de Victor Mendes

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.