Futebol OPINIÃO: falta um Endrick na base do Corinthians

OPINIÃO: falta um Endrick na base do Corinthians

Atacante palmeirense decidiu título brasileiro sub-20 contra o Timão, enquanto talentos do Timão estiveram apagados na final

Lance
Lance

Lance

Lance

O valor individual definiu o título brasileiro sub-20 do Palmeiras sobre o Corinthians. E antes que venham de ‘chorumelas’: o Endrick não jogou bem. Mas foi decisivo. Uma bola que teve liberdade, guardou. Estrelas são assim. Os palmeirenses têm a deles, o Timão não.

+ Manto do Corinthians: veja os modelos finalistas para quarta camisa do Timão em 2023

Coletivamente, os Meninos do Terrão fizeram um jogo justo, principalmente no primeiro tempo, quando eram melhores que o adversário, tanto em volume de jogo, quanto na criação de grandes chances.

No entanto, todos aqueles que poderiam destoar em relação a individualidade e poder de decisão, não conseguiram.

Matheus Araújo e Pedro estavam muito apagados. Léo Maná, embora atue em uma posição que não costuma desequilibrar, foi muito aquém às expectativas que o levaram para um jogo como titular pelos profissionais há uma semana.

O único atleta corintiano que envolveu os palmeirenses foi Wesley, que entrou no segundo tempo e deu muito trabalho para a defesa do Verdão, inclusive tendo achado um pelo passe para Biro marcar nos acréscimos da partida, mas o gol foi anulado por conta de um impedimento milimétrico anotado pela arbitragem.

Contudo, embora tenha um potencial gigantesco tecnicamente, o que faz, inclusive, o atacante ser um dos ‘xodós’ do técnico Vítor Pereira, da equipe principal, é notória a falta de inteligência emocional do atacante, que geralmente fica muito pilhado e se envolve em confusões facilmente.

Durante o jogo, minutos após a sua entrada, ele se estranhou com Pedro Lima e recebeu cartão amarelo, assim como o meia palmeirense. E após o apito final, o atacante corintiano era um dos mais exaltados na briga com os atletas do rival, por conta de uma suposta provocação do lateral-direito Garcia na frente do banco de reservas do Timão.

Ainda assim, o Corinthians possui bons valores na sua base, mas que ainda precisam maturar para render frutos ao Timão, enquanto o Palmeiras tem uma joia que quase não precisa mais ser lapidada e que, mais uma vez, decidiu um campeonato a favor deles.

Últimas