Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Odair Hellmann quebra dois recordes entre técnicos do Santos contratados na gestão Rueda

Técnico vive dias de instabilidade no comando do Peixe

Futebol|

Lance
Lance Lance

Odair Hellmann quebrou dois recordes entre os técnicos que o Santos contratou durante a gestão do presidente Andres Rueda, desde 2021. Ele é o treinador com mais partidas pelo clube entre os outros cinco 'concorrentes' e possui o melhor aproveitamento.

Após a derrota nos pênaltis para o Bahia, que gerou a eliminação do Peixe nas oitavas da Copa do Brasil e deixou Odair em dias de maior cobrança por parte da torcida, o profissional gaúcho atingiu 30 partidas no comando do Alvinegro Praiano.

> Messi no Brasil? Torcedores sonham com craque vestindo camisas de clubes brasileiros

Os treinadores que mais se aproximaram do número de jogos de Odair foram Fabián Bustos (28), Fernando Diniz (27) e Fábio Carille (27). Hoje, eles comandam Barcelona (EQU), Fluminense e V-Varen Nagasaki (JAP), respectivamente.

Publicidade

Nas 30 partidas de Odair Hellmann, o Santos soma 11 vitórias, 10 empates (no tempo regulamentar) e nove derrotas, além de 32 gols marcados e 28 sofridos. O técnico possui, então, 47,8% de aproveitamento.

Fernando Diniz e Fábio Carille, novamente, são os que mais chegaram perto do aproveitamento de Odair, com 45,6% cada um.

Publicidade

GARANTIDO NO CARGO

Coordenador esportivo do Santos, Paulo Roberto Falcão descartou a possibilidade de demitir o técnico Odair Hellmann, mesmo após a eliminação do time nas oitavas de final da Copa do Brasil.

Publicidade

- Temos que ter, acima de tudo, tranquilidade. Não podemos pensar em demitir uma comissão nesse momento. Na minha avaliação, como coordenador, seria um equívoco - afirmou Falcão

CONFIRA O RANKING DE APROVEITAMENTO DOS TREINADORES DO SANTOS NA GESTÃO RUEDA

Publicidade

1º - Odair Hellmann - 30 jogos, 11 vitórias, 10 empates e 9 derrotas: 47,6% de aproveitamento

2º - Fernando Diniz - 27 jogos, 10 vitórias, 7 empates e 10 derrotas: 45,6% de aproveitamento

2º - Fábio Carille - 27 jogos, 9 vitórias, 10 empates e 8 derrotas: 45,6% de aproveitamento

4º - Fabián Bustos - 28 jogos, 8 vitórias, 12 empates e 8 derrotas: 42,8 de aproveitamento

5º - Ariel Holan - 12 jogos, 4 vitórias, 3 empates e 5 derrotas: 41,6% de aproveitamento

6º - Lisca - 8 jogos, 2 vitórias, 3 empates e 3 derrotas: 37,5% de aproveitamento

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.