Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Odair Hellmann fala dos protestos da torcida após empate do Santos e dispara: 'Resultado é o mais importante, mas a performance temos'

O treinador afirmou que compreende os protestos dos torcedores na Vila Belmiro após o empate com o Internacional

Futebol|Do R7


Lance
Odair Hellmann afirmou que a equipe precisa voltar a vencer (Fotos: Raul Baretta/ Santos FC)

Após o término da partida do Santos contra o Internacional, que terminou em um empate por 1 a 1, os torcedores presentes na Vila Belmiro realizaram um protesto que durou cerca de 20 minutos. Frases como 'Ei Falcão, fora do Peixão' e 'Se terça-feira não ganhar, o pau vai quebrar' fizeram parte da manifestação nas arquibancadas.

Durante a coletiva de imprensa, Odair Hellmann afirmou que compreendeu as cobranças e destacou que elas só foram causadas porque os torcedores 'querem ver resultados'. O treinador também citou a eliminação recente da equipe na Copa do Brasil, após perder a disputa de pênaltis contra o Bahia.

Odair afirmou que as cobranças partem muito dos 'não resultados', mas ressaltou que, durante o jogo, a torcida tentou empurrar o time o máximo que conseguiu. Para ele, 'é preciso ter este reconhecimento'.

ATUAÇÕES: Lucas Lima se destaca em empate do Santos com o Internacional pelo Brasileirão

Publicidade

- O clima de cobrança no final é pelos não resultados, pela derrota na Copa do Brasil. Hoje, empatamos em casa. Se não tem resultado, tem a cobrança. Do primeiro ao último minuto, o torcedor nos apoiou dentro de campo. Em nenhum minuto vaiou. Sentiu o gol com a gente, no final protestou porque não ganhamos e vimos de uma eliminação. Precisamos ter esse reconhecimento - destacou.

+ Todos os jogos do Brasileirão você encontra no Prime Video. Assine já e acompanhe o seu time do coração!

Publicidade

+ Clique aqui e veja como apostar no Brasileirão

+ Confira os jogos e classificação resultados do Brasileirão-23 na tabela do LANCE!

Publicidade

Porém, o treinador afirmou que, de acordo com seu ponto de vista, o time não estaria jogando mal, e sim 'mostrando performance.' Odair disse que o 'elenco sabe o que tem que fazer' e que somente 'a vitória traz a calmaria'.

- O elenco está consciente daquilo que temos que fazer. Temos que buscar a vitória, vai trazer a calmaria, a paz. A gente sabe disso, a vitória é fundamental para a regularidade do time. Sabemos que qualquer pressão externa dificulta mais, nós temos que trabalhar confiança, blindagem, apoio. Precisamos encarar a realidade, descansar. Viemos de sequências pesadíssimas, tem a pressão. Temos que nos fortalecer, buscar a performance, o resultado. O resultado é o mais importante, mas a performance estamos tendo - completou.

Destacando 'sempre ser sincero o tempo todo', disse também que - para ele -, é preciso reconhecer o desempenho do time nas partidas recentes - citando o clássico com o Palmeiras e o duelo contra o Audáx Italiano como exemplos.

- Vamos ser sinceros. Não quero dar desculpa. Vamos falar a realidade, o Santos não jogou mal contra o Palmeiras, não jogou mal contra o Audax no primeiro tempo, com a expulsão tudo se reverteu. Os jogos do Bahia deveríamos ter vencidos, tivemos mais posse, não fizemos um mal jogo. Temos que vencer. Se quarta-feira não jogar tão bem, é melhor vencer. Aí acalma. A performance tem que melhorar? Claro. Mas tem bons jogos, coisas boas. É difícil vir aqui e falar isso? Sim, claro que é. A gente não está vencendo. Eu sou sincero o tempo todo - disparou.

- Quando a gente não fez um Paulista bom, eu falei. Quando tivemos uma retomada, eu falei. Precisamos de resultado. Tomamos um gol com dois minutos, o adversário foi melhor nem até os dois. Fez o gol de rebote e foi melhor até os 20. A gente não se encontrou, vem a falta de confiança. Mas quando encaixamos, melhoramos dentro do jogo e empatamos. Se fosse para ter um vencedor, era o Santos. Mas o futebol não é isso. Tem que vencer, tem que botar a bola para dentro, com gol de mão por 1 a 0 se o juiz não der - completou.

O Santos chegou a seis jogos sem vencer. A última vitória foi em maio, contra o Vasco, por 1 a 0. Agora, na terça-feira (6), enfrenta o Newell´s Old Boys, pela quinta rodada da Copa Sul-Americana. Odair vê a vitória como essencial.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.