Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Odair explica sistema com três meias e lamenta falta de atacantes de velocidade

Treinador revelou busca por dinâmicas mais efetivas no ataque

Futebol|

Lance
Lance Lance

Em entrevista coletiva após o empate do Santos em 0 a 0 diante do Atlético-MG na Vila Belmiro, o técnico Odair Hellmann negou que seu time jogue com três atacantes. Para o técnico, o Alvinegro joga com três meias, o que muda as dinâmicas ofensivas do time.

- O Daniel é um meia, que está jogando aberto, e no final do segundo tempo a gente jogou com três meias: Luan, Daniel e Lucas Lima. Eles tem que dividir essa construção. São jogadores que não vão dar velocidade, não vão dar drible. O que eles tem que fazer? É movimento de vir pra dentro, se aproximar e construir. A gente tem buscado essa essa dinâmica.

O treinador do Peixe ainda lamentou a ausência de jogadores de velocidade para um jogo que pedia essa característica, segundo o próprio. Odair definiu o confronto deste domingo como um jogo de transições.

- Hoje não foram três atacantes. O atacante que tinha era o Ângelo, mais de velocidade, e Marcos Leonardo. Os outros dois são meias. Acho que se a gente tivesse jogadores de velocidade, teríamos criado mais problemas no segundo tempo para o Atlético, porque o jogo era de transição e não de posse - analisou.

Com três meias ou três atacantes, o Santos volta a campo na próxima quarta-feira (26), às 19 horas (hora de Brasília) para o jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil, diante do Botafogo-SP. O Peixe venceu a partida de ida por 2 a 0 e pode perder por até um gol de diferença para avançar de fase.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.