Futebol 'O Santos fazia um bom jogo até a expulsão', afirma Jesualdo

'O Santos fazia um bom jogo até a expulsão', afirma Jesualdo

Treinador vê 'nível aceitável' na atuação do Peixe neste domingo contra o Novorizontino, mas diz que tentará fazer com que equipe não tenha mais expulsões

Lance
Lance

Lance

Lance

O técnico Jesualdo Ferreira indicou que saiu da Arena Corinthians com uma dose de alento, mesmo em meio ao revés do Santos para o Novorizontino por 3 a 2, de virada, neste domingo. Em entrevista ao canal Premiere na saída do gramado, o comandante santista destacou o bom desempenho da equipe até a expulsão de Uribe, mas disse que tentará mudar a conduta dos atletas nas divididas.

- Antes da expulsão, o time fazia um jogo muito bom, ganhava e jogava bem, um nível bem aceitável. É a segunda vez que isso acontece com a gente, quando viemos aqui jogar contra o Corinthians foi igual, vamos ver se conseguimos não jogar com dez - e, em seguida, detalhou:

- A partir daí foi fácil (para o Novorizontino), a equipe deles é forte, muito agressiva, e acabou por ser feliz tirando vantagem com um a mais - completou.

Jesualdo falou sobre os lances envolvendo a arbitragem. Primeiramente, Uribe foi expulso por entrar com o pé alto em uma dividida. Em seguida, o árbitro Vinícius Furlan marcou pênalti para o Novorizontino, em lance controverso, pois pelo ângulo da TV, a sensação é de que a bola bateu na cintura de Diego Pituca.

- Não vou comentar muito a arbitragem, não falo de coisas que já passaram, mas não vi o pênalti, a expulsão pareceu um puco exagerada, há quem diga que a bola não bateu na mão - declarou.

O Santos agora volta suas atenções para a sequência do Campeonato Paulista. A equipe encarará nas quartas de final a Ponte Preta.

Últimas