Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

O Corinthians vai sofrer transfer ban? Clube ainda tenta acordo com Boselli para evitar punição e poder contratar novos atletas

Timão tem pendência de R$ 5,4 milhões por conta de salários atrasados com o atacante argentino, que defendeu a equipe entre 2019 e...

Futebol|Do R7


Lance
Boselli fez 72 jogos pelo Corinthians e marcou 17 gols no período em que passou pelo clube (Foto: André Pera/Agência F8/Gazeta Press)

O Corinthians está em contato com os advogados e demais representantes do atacante Mauro Boselli, que atuou pelo clube entre 2019 e 2020, para acertar a forma de pagamento de uma dívida de 1,1 milhão de dólares (R$ 5,4 milhões, na cotação atual) que possui referente salários atrasados enquanto o argentino defendeu a equipe do Parque São Jorge.

Na última sexta-feira (9), se encerrou o prazo de 45 dias que o Timão tinha para acertar a pendência e evitar sofrer um transfer ban, punição dada pela Fifa para times inadimplentes, que pode chegar a três janelas de transferências sem poder registrar novos atletas - no caso corintiano, a tendência é que a pena seja de uma janela, caso a instituição não chegue a um acordo com Boselli, isso porque o clube não é reincidente.

+ Todos os jogos do Brasileirão você encontra no Prime Video. Assine já e acompanhe o seu time do coração!

Desde que o último recurso apresentado pelos corintianos foi negado pela Corte Arbitral do Esporte (CAS), no fim de abril. A direção do Corinthians admitiu de vez a dívida com Mauro Boselli e buscou a defesa do argentino para acertar o pagamento em parcelas e retirar algumas multas e juros na tentativa de amenizar o prejuízo. Os recursos e liminares apresentados desde a primeira derrota judicial, em 2021, foram movidos para que o departamento jurídico ganhasse tempo. As partes negociam as condições desde então.

Publicidade

O gerente de futebol corintiano, Alessandro Nunes, evitou se aprofundar sobre a questão ao passar pela zona mista da Neo Química Arena após o empate em 1 a 1 entre Corinthians e Cuiabá, no último sábado (10).

- Não tenho. Tenho que falar com o meu financeiro. Não é só financeiro, é jurídico. Toda parte jurídica tem um trâmite legal, prazo a cumprir. Não vou me antecipar a dizer algo que eu não sei a informação correta. Foi um caso de quando eu cheguei, ele já tinha até saído. O processo foi longo, demorou bastante, dois anos e meio. Quando eu cheguei ele não estava. Não sei em que momento ele saiu, se foi antes ou no início da nossa gestão. Com certeza, o que precisa ser feito tem que ser resolvido, não tem outro caminho - disse o ex-lateral.

Publicidade

A diretoria alvinegra quer tirar essa pendência da frente até o fim do mês para não correr riscos do time ser impedido de contratar novos jogadores na próxima janela de transferências, que abre no dia 3 de julho. Se não chegar a um acordo, no entanto, o Timão não poderá mais registrar reforços já neste ano.

+ Ruan Oliveira entra no segundo tempo e evita derrota do Corinthians contra o Cuiabá

Aos 38 anos, Boselli segue na ativa. Desde a temporada passada, o atleta defende o Estudiantes, da Argentina. Após deixar o Corinthians, ele se transferiu para o Cerro Porteño, do Paraguai, onde jogou em 2021.No ano passado, Boselli retornou ao Estudiantes, da Argentina, clube onde é ídolo, muito por conta do gol que deu o título da Libertadores ao clube de La Plata em 2009, contra o Cruzeiro (Foto: Eduardo Carmim/Photo Premium/Gazeta Press)

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.