Futebol No Uruguai, jogador sofre queimaduras sérias em princípio de incêndio

No Uruguai, jogador sofre queimaduras sérias em princípio de incêndio

O meio-campista Mathías Cardacio, do Defensor, viu sua esposa tentar acender o fogão de sua residência em situação que poderia ter sido ainda mais trágica

Lance
Lance

Lance

Lance

Em meio a necessidade de isolamento social por conta do novo coronavírus, o período de quarentena poderia ter se tornado ainda mais traumatizante para o meio-campista do Defensor, Mathías Cardacio, sua esposa e a prima da mesma no último domingo (3).

Isso porque o jogador e sua mulher passaram por um verdadeiro susto em sua residência após a mulher do atleta tentar acender o fogão e acabar iniciando um incêndio.

Percebendo a gravidade do fato, Cardacio prontamente tentou apagar as chamas da maneira que pode e, apesar de conter uma tragédia de maiores proporções, acabou caindo sobre as chamas.

Após ser atendido em um hospital da capital uruguaia, Montevidéu, ficou constatado que as três vítimas do incêndio tiveram um quadro semelhante de queimaduras de primeiro e segundo grau. O jornalista Gonzalo Ronchi, da rádio uruguaia Sport 890 AM, alegou ter conversado rapidamente com o atleta e ouviu dele que o fato podia ser definido como "uma desgraça com sorte".

Como ainda não existe nenhum tipo de previsão referente a volta dos treinamentos no futebol uruguaio, Cardacio não será prejudicado na questão física em relação aos seus companheiros. Isso porque, apesar de ter sua alta prevista ainda para essa terça-feira (5), a ideia é que ele tenha de abdicar dos treinamentos por, pelo menos, dois meses.

Últimas