Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

No primeiro grande teste de 2024, Flamengo passa sufoco e evidencia que precisa de ajustes

Rubro-Negro deixou a desejar diante do Millonarios

Futebol|Do R7

Lance
Lance Lance (Lance)

Apesar da grande campanha do Flamengo no Campeonato Carioca, o Rubro-Negro encontrou muitas dificuldades na estreia da Libertadores. Diante do Millonarios, a equipe comandada por Tite empatou, mas demonstrou fragilidades e sofreu o segundo gol na temporada.

➡️ Tudo sobre o Mengão agora no WhatsApp. Siga o nosso canal Lance! Flamengo

O confronto na Colômbia pode ser considerado o primeiro grande desafio do clube em 2024, uma vez que o Brasileirão e a Copa do Brasil ainda não começaram para a equipe. E após um desastroso 2023, ninguém vai se saciar com a conquista de um Campeonato Carioca caso o troféu se confirme diante do Nova Iguaçu, no próximo fim de semana.

Com exceção dos clássicos em que venceu o Fluminense por 2 a 0 na Taça Guanabara e na ida da semifinal do Campeonato Carioca, o Flamengo deixou a desejar nos grandes embates. E não foi diferente diante do Millonarios, onde mostrou fragilidade defensiva e apresentou um desempenho tão abaixo da média que uma derrota não seria considerada injusta.

Publicidade

O fato de ter sofrido seu segundo gol na temporada e interrompido uma sequência de 1135 minutos de Rossi sem buscar uma bola nas suas redes é o de menos. Mas evidencia que a equipe precisa de ajustes, tanto na defesa, quanto no ataque, uma vez que os adversários que terá pela frente serão muito mais qualificados em relação aos times que enfrenta no início do ano no estadual.

Além do gol sofrido, o Flamengo cedeu bons momentos ao Millonarios, principalmente na etapa inicial, onde os colombianos carimbaram a trave em cabeçada de Castro e obrigaram o goleiro do Rubro-Negro a fazer grande defesa em finalização de longe Giordana. Não é possível dizer que a consistência defensiva da equipe é uma mentira, mas é preciso pôr na balança os rivais e circunstâncias de cada partida.

Publicidade

No primeiro clássico contra o Vasco, o Rubro-Negro flertou com o perigo em diversos momentos da partida, além de ter contado com a sorte de Vegetti não estar em um dia inspirado. No jogo de volta da semifinal do Campeonato Carioca, Renato Augusto carimbou a trave de Rossi. Mas se o "se" não entra em campo, correções precisam ser feitas quando as situações ocasionam, de fato, um problema.

Com um elenco muito mais robusto e mais rico em relação aos seus adversários, o Flamengo tem a obrigação de fazer uma fase de grupos tranquila em busca da classificação às oitavas de final. Assim como precisa mostrar mais futebol e provar dentro de campo contra equipes do mesmo patamar que estará brigando também pelo Brasileirão e Copa do Brasil.

Enquanto isso, Tite e seus comandados podem comemorar o possível título do Campeonato Carioca, mas sem muito entusiasmo, pois tem um compromisso chave contra o Palestino na próxima semana. É a oportunidade do Flamengo dar uma resposta ao torcedor após uma estreia com um empate muito amargo.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.