Futebol No aniversário do Rio de Janeiro, Corinthians relembra invasão do Maracanã, em 1976

No aniversário do Rio de Janeiro, Corinthians relembra invasão do Maracanã, em 1976

Há mais de 40 anos, cerca de 70 mil corintianos preencheram o principal estádio carioca, contra o Fluminense, na semifinal do Brasileirão 

Lance
Lance

Lance

Lance

Nesta segunda-feira (1º), a cidade do Rio de Janeiro completa 456 anos, e o Corinthians, que tem em sua história capítulos importantes na Cidade Maravilhosa, utilizou das suas redes sociais para relembrar um deles: a invasão corintiana no Maracanã, em 1976.

A partida, válida pela semifinal do Brasileirão daquele ano, contra o Fluminense, aconteceu 10 meses antes do Timão sair de uma fila de 22 anos sem títulos - em outubro de 1977, conquistando o Paulistão contra a Ponte Preta.

Os números até hoje são controversos, mas estima-se que 70 mil corintianos vieram de São Paulo e ocuparam quase o dobro dos 40 mil ingressos disponibilizado pelo Tricolor das Laranjeiras aos visitantes.

Para que os ônibus vindo da capital paulista chegassem à Cidade Maravilhosa foi necessário um serviço especial do Detran na Vi Dutra, chamada pela Fiel Torcida como "Operação Corinthians".

>> Confira a tabela do Paulistão e simule os próximos jogos

Com a bola rolando

Sob muita chuva no estádio do Maracanã, os donos da casa abriram o placar com Carlos Alberto Pintinho, aos 18 minutos do primeiro tempo. Porém, 11 minutos depois, o meia Ruço empatou para o Timão.

A partida foi para os pênaltis, e aí brilhou a estrela do goleiro Tobias, que defendeu duas cobranças, uma delas do capitão do tricampeonato mundial da Seleção Brasileira, Carlos Alberto Torres. Por sua vez, os batedores corintianos converteram as quatro cobranças.

Na decisão, em jogo único, o Internacional venceu o Timão por 2 a 0, no Beira-Rio, em Porto Alegre, adiando a saída da fila corintiana para 13 de outubro de 1977. Já o Brasileirão, o Corinthians só veio ganhar o primeiro 14 anos depois, em 1990.

Últimas