No Al Hazem, ex-Flamengo, Muralha conta drama para retornar ao Brasil

Meia brasileiro vive um grande momento em sua carreira

Lance

Lance

Lance

Titular do Al Hazem desde a última época, o meia Muralha, ex-Flamengo, destacou a luta de muitos brasileiros para retornarem ao país nestas últimas semanas por conta dos problemas relacionados ao Coronavírus. Na Arábia Saudita, o jogador falou sobre a expectativa de todos que estão no país árabe para conseguirem um voo ainda nesta semana.

- Estamos vivendo essa expectativa para que todos que precisam retornar ao Brasil consigam voos. Com todos os problemas que o Coronavírus vêm causando, os voos estão mais difíceis. Nós estamos fazendo contatos e buscando conseguir retornar ao Brasil. Essa é a expectativa de todos. Estamos nessa situação há duas semanas. Seguimos todos os passos com a embaixada para resolverem o retorno da gente antes que feche o aeroporto. O governo da Arábia Saudita já nos autorizou a sairmos do país. Não criaram nenhuma barreira. A gente fica ansioso para resolver logo e para saber se a embaixada vai nos dar esse suporte, se vai conseguir voo - disse o jogador.

Ainda de acordo com o jogador, os campeonatos só devem retornar em dois a três meses.

- Acredito que os campeonatos terão um fim, mas isso só acontecerá em dois ou três meses, quando tudo estiver estabilizado. Primeiro temos que pensar na saúde de todos. Quando tudo estiver bem, normalizado, voltaremos com tranqulidade.