Futebol Nino soma boas atuações e cresce no Fluminense: 'Muito bem avaliado'

Nino soma boas atuações e cresce no Fluminense: 'Muito bem avaliado'

Após lesões de Digão, Léo Santos, Frazan e Paulo Ricardo, zagueiro assume a titularidade do setor ao lado de Matheus Ferraz e recebe elogios do treinador e dos torcedores

Após lesões de Digão, Léo Santos, Frazan e Paulo Ricardo, zagueiro assume a titularidade do setor ao lado de Matheus Ferraz e recebe elogios do treinador e dos torcedores

Lance

Lance

Lance

A contratação de Nino quase virou uma novela: acertou o empréstimo junto ao Criciúma, passou a treinar com o elenco no CT, mas demorou quase duas semanas para ser anunciado. Demorou, mas a espera tem valido a pena. O zagueiro aproveitou as brechas para resolver os problemas do setor mais problemático deste início de temporada. Elogiado por torcedores e também pelo técnico Fernando Diniz.

- Nino é um menino muito bem avaliado, tem correspondido plenamente nas partidas que se destacou. Tem um estilo que se adapta, tem um bom passe e, embora seja garoto, mostrou ter uma cabeça forte - principalmente nos clássicos. Hoje fez mais uma boa partida - declarou o treinador.

Nino teve as suas primeiras chances em duas verdadeiras fogueiras. Estreou no clássico contra o Flamengo, válido sexta rodada da Taça Rio, quando a equipe atuou com reservas. Pouco depois, devido a lesão de Léo Santos, assumiu a titularidade novamente contra o Rubro-Negro, desta vez pela semifinal do Campeonato Carioca. Agradou, surpreendeu e se assegurou na posição.

Contra o Luverdense, outra boa exibição. Foram 48 passes certos, quatro lançamentos e uma atuação por zona que contribuiu para que o adversário mato-grossense sequer finalizasse ao gol. No dia do seu aniversário, comemorou a vitória com a classificação para a próxima fase da Copa do Brasil.

- O melhor presente de aniversario que poderia receber é estar jogando em um clube grande como o Fluminense, ganhando e passando de fase (na Copa do Brasil). Estou muito grato por isso - declarou o zagueiro.

O zagueiro aparece em um momento complicado para o Fluminense. Digão, o capitão da equipe, sofreu uma fratura na fíbula, Léo Santos precisou operar devido a uma tendinite patelar, e Frazan e Paulo Ricardo tiveram lesões musculares. Ao lado de Matheus Ferraz - outro destaque na temporada, para registro- solucionou parte dos problemas defensivos do Fluminense.

Veja as reações dos torcedores sobre Nino: