Futebol Nervosismo e impaciência são os tons da torcida do Botafogo na derrota para o Atlético-MG

Nervosismo e impaciência são os tons da torcida do Botafogo na derrota para o Atlético-MG

Botafoguenses apoiam o time no início do jogo e mesmo com o revés, torcedores aplaudem a equipe como forma de incentivo

Lance
Lance

Lance

Lance

O Botafogo foi derrotado pelo Atlético-MG por 1 a 0. Durante o jogo válido pela 17ª rodada da Série A do Brasileirão, o nervosismo da equipe contagiou a arquibancada. A cada lance perdido, os botafoguenses mostravam que paciência não era uma virtude.

+ Confira a classificação da Série A

Como de costume, a torcida botafoguense cantou forte para apoiar o time no início do jogo. Nos primeiros minutos, os torcedores vibravam a cada dividida que os jogadores ganhavam. Por outro lado, a impaciência tomava conta do estádio em forma de reclamação nos erros e bolas perdidas.

O silêncio tomou conta das arquibancadas no momento do pênalti para o Galo. Após, os alvinegros cariocas vibraram como se fosse um gol, uma vez que o árbitro Raphael Claus foi chamado pelo VAR para rever o lance e, em seguida, anular a penalidade. Depois da anulação, o Botafogo criou poucas oportunidades. Ao final da primeira etapa, entre tímidas vaias e incentivo, os aplausos prevaleceram.

Logo no início da segunda etapa, o Atlético-MG abriu o placar. Foi o suficiente para os atleticanos soltarem o grito entalado na garganta no Nilton Santos. Gustavo Sauer foi substituído depois da falha no lance do gol adversário e foi vaiado. A torcida do Glorioso ensaiou um grito de apoio nos minutos finais. Mas foram em vão. E assim se manteve até o apito final.

Na saída do campo, o time foi vaiado timidamente. O time foi timidamente hostilizado, mas também foi aplaudido. Com o resultado, o Botafogo desce para a 11ª colocação da Série A do Brasileirão. Na próxima rodada, o Alvinegro viaja para São Paulo, onde vai encarar o Santos, na Vila Belmiro.

Últimas