Fluminense

Futebol Nene comenta vitória do Fluminense, capacidade do grupo e liderança: 'Fico honrado de levar a braçadeira'

Nene comenta vitória do Fluminense, capacidade do grupo e liderança: 'Fico honrado de levar a braçadeira'

Autor do primeiro gol e com a melhor atuação em campo, meia destacou capacidade do adversário, preparação para o próximo jogo e sentimento de união do elenco

Lance
Lance

Lance

Lance

Nesta terça-feira, o Fluminense venceu o Cerro Porteño por 2 a 0, em jogo válido pela ida das oitavas de final da Libertadores. A partida, ocorrida na Nueva Olla Azulgrana (ou Estádio General Pablo Rojas), foi marcada pelos gols de Nene e Egídio. Ao final, o meia concedeu entrevista coletiva e comentou sobre o resultado e o envolvimento de todo o grupo para o sucesso na competição.

- Foi um resultado muito importante para a gente e [fico] muito feliz de ter participado. Estivemos melhores praticamente o jogo todo, algumas vezes que a gente vacilou poderíamos ter levado o gol e complicado muito a partida, mas mantivemos a concentração, a intensidade e pudemos impor a nossa qualidade técnica. Graças a Deus conseguimos uma vitória muito importante... Não tem nada decidido ainda, mas demos um grande passo para a classificação - disse.

Demonstrando respeito ao adversário, Nene comentou o estilo de jogo do Cerro Porteño e destacou o domínio tricolor em campo.

- É um time com um sistema tático bastante definido. Sabíamos da dificuldade do jogo, da intensidade deles. Tínhamos que entrar concentrados e colocar o mesmo ritmo deles para nos impor. Tecnicamente nos sobressaímos. Tivemos algumas coisas que poderíamos ter melhorado em alguns momentos do jogo, mas foram poucas. A maioria do jogo tivemos controle e conseguimos um grande resultado que nos dá vantagem.

+ ATUAÇÕES: Nenê e Egídio marcam para o Fluminense contra o Cerro Porteño nas oitavas da Libertadores

Mesmo com o resultado positivo, o meia ressaltou que a vantagem poderia ser ainda maior e falou do que poderia ter sido diferente para chegar ao 3 a 0.

-[O que faltou para matar o jogo] foram as chances que perdemos no segundo tempo, até algumas no primeiro que poderíamos ter feito. Depois tivemos uma chance muito clara pela esquerda, que foi na mão do goleiro, teve uma do Kayky e do Lucca. Acho que só faltou esse último detalhe para fazer o terceiro e, não definir, mas ter uma boa vantagem. É um grande resultado 2 a 0. Não tem nada decidido, é normal a gente sofrer, eles estão jogando em casa. Agora temos que manter a intensidade porque no segundo jogo pode acontecer muita coisa - afirmou.

> Confira o chaveamento do "mata-mata" da Libertadores 2021

Além de ter sido autor do gol, Nene também foi o capitão e fez uma das atuações de mais destaque da equipe. Na entrevista, aproveitou para falar da honra de ocupar o lugar de Fred na liderança do time e o sentimento de união de todo o elenco.

- É uma alegria muito grande ter feito esse jogo, que era o mais importante da temporada para o Fluminense. Fico honrado de levar a braçadeira do Fred. É uma importância grande ele ter vindo com a gente, a maioria dos jogadores veio para a viagem. Isso demonstra a união do nosso grupo. Muita gente duvidava desse elenco e mostramos a cada dia com perseverança e dedicação que podemos ir longe nessa Libertadores. Fico até emocionado, porque é um jogo que eu esperava muito da gente. Fico feliz. Isso nos dá ainda mais motivação para honrar essa camisa tão grande.

Ainda falando do centroavante, elogiou o camisa 9 e Abel Hernández, seu substituto.

- Foi uma atuação muito boa do Abel. O Fred realmente não está 100%, mas veio conosco e estava junto. O Abel fez um grande jogo. São jogadores importantes. Ele nos ajudou em uma posição que precisávamos segurar a linha deles.

Quando perguntado sobre como seria a preparação para a próxima etapa das oitavas, o jogador buscou não contar vantagem e ressaltar as características que devem ser empregadas também no Maracanã.

- Da mesma maneira. Vamos jogar para vencer, sabemos que faltam mais 45 minutos... São 90, mas começou o segundo tempo do jogo e não tem nada decidido, então é a mesma concentração, mesma intensidade, e a mesma vontade de ganhar o jogo, e não entrar com o resultado [de hoje] embaixo do braço porque a gente pode se complicar.

O jogo de volta será na próxima terça-feira (20), às 19h15, no Maracanã. A transmissão será através da Conmebol TV e do Tempo Real do Lance!

Últimas