Futebol 'Não há adjetivo para definir o 2022 de Germán Cano', ressalta principal jornal esportivo da Argentina

'Não há adjetivo para definir o 2022 de Germán Cano', ressalta principal jornal esportivo da Argentina

Depois do hat-trick sobre o São Paulo, muito se questionou sobre a ausência do atacante na seleção argentina. Com isso, 'Diário Olé' fez uma nota em que exalta o feito do atacante

Lance
Lance

Lance

Lance

Com um temporada mágica, Cano vive o melhor momento da carreira com a camisa do Fluminense. Depois do hat-trick sobre o São Paulo, muito se questionou sobre a ausência do atacante na seleção argentina. Após o feito, o 'Diário Olé', da Argentina, enalteceu o atleta.

A reportagem fez questão de destacar que o atacante já marcou 42 tentos na temporada e nenhum deles de pênalti. O Olé salientou que Cano é o argentino que mais marcou em todas as ligas do mundo no ano.

+ Confira e simule a tabela do Campeonato Brasileiro

Além disso, o periódico ressaltou que o atacante é o artilheiro do Brasileirão com 24 gols, bem à frente do segundo lugar, Pedro Raul, do Goiás, que tem 19. Neste sábado, o jogador fez três gols em treze minutos e virou a partida contra a equipe paulista com um hat-trick perfeito (gol de perna direita, perna esquerda e de cabeça).

O argentino superou Magno Alves como o maior artilheiro do Fluminense em uma mesma temporada neste século. O camisa 14 também superou Aristizábal e se tornou o maior artilheiro gringo em uma edição da competição desde que ela começou a ser disputada nos formato de pontos corridos (2003-2022).

O atleta também ultrapassou Doval como maior artilheiro estrangeiro do Fluminense em um mesmo ano. Com os 42 gols, essa é a melhor marca do atleta em sua carreira, visto que havia feito 41 pelo Independiente Medellin, em 2019. Na época, chamou a atenção do Vasco e se transferiu para o futebol brasileiro no ano seguinte.

+ Diniz fala sobre planejamento do Fluminense e reforços para 2023


Sendo assim, o jogador também está próximo de quebrar um tabu. O Brasileirão não tem um artilheiro estrangeiro há 50 anos. O último foi o uruguaio Pedro Rocha, que anotou 17 gols com a camisa do São Paulo e dividiu o prêmio com Dadá Maravilha, do Atlético-MG.

Com o triunfo deste sábado, o Fluminense alcançou a marca de 64 pontos. A equipe já garantiu uma vaga na fase de grupos da próxima edição da Copa Libertadores e agora almeja sua melhor campanha desde o tetra, de 2012 (caso termine entre os quatro primeiros).

+ Cano elogia Diniz e revela lema para marcar hat-trick pelo Fluminense: 'Sempre acreditar até o fim'

Essa será a terceira vez seguida em que o clube carioca disputará a competição continental. Repete o feito de 2011, 2012 e 2013, quando também esteve presente em três edições consecutivas.

Últimas