'Não existe racismo no futebol', diz presidente da federação francesa

Noël Le Graët se esquivou quando questionado sobre a denúncia de Neymar, mas disse que 'quando um negro faz um gol, todo o estádio aplaude'

Dirigente minimizou episódio envolvendo o brasileiro Neymar

Dirigente minimizou episódio envolvendo o brasileiro Neymar

Lance

O presidente da Federação Francesa de Futebol (FFF), Noël Le Graët, foi polêmico ao comentar a acusação de racismo de Neymar contra o zagueiro Álvaro González, do Olympique de Marselha. Em entrevista à rádio "RMC", o mandatário afirmou que a injúria racial não é um problema no esporte.

"Em um jogo, pode haver problemas. Mas temos menos de 1% de dificuldade hoje. Quando um negro marca um gol, todo o estádio aplaude. O fenômeno do racismo no esporte, e no futebol em particular, não existe ou quase não existe", disse Noël Le Graët.

Perguntado especialmente sobre a denúncia do camisa 10 brasileiro, o dirigente se esquivou da pergunta e comentou somente sobre a confusão generalizada na derrota do Paris Saint-Germain para o Olympique de Marselha.

"Eu não sei e não ouvi o que foi dito (por Álvaro contra Neymar). É uma bandeira que todos nós na França estamos esperando. Mas foi ruim. O comportamento dos jogadores não foi exemplar. Nós deploramos. Foi uma vergonha. Eles não conseguiram manter a calma e dar o show que esperávamos."

Neymar e muitos outros: relembre episódios de racismo no futebol