Futebol Na Argentina, clube fura quarentena e será investigado pela AFA

Na Argentina, clube fura quarentena e será investigado pela AFA

Deportivo Riestra, da segunda divisão nacional, estaria realizando treinos no seu estádio em pelo menos três dias da semana sem nenhuma autorização

Lance
Lance

Lance

Lance

Além das atenções voltadas para o combate ao novo coronavírus e a expectativa para retorno do futebol na Argentina, o noticiário dos clubes locais acabou abrindo espaço para um caso tão inusitado quanto irresponsável: o desrespeito a lei de quarentena em território nacional por parte de uma equipe da segunda divisão nacional.

Isso porque a emissora local TyC Sports revelou imagens do que seriam treinos do Deportivo Riestra em seu estádio, o Guillermo Laza, em meio a pandemia de COVID-19. As informações dão conta de que essa rotina vem sendo seguida já há algum tempo com a periodicidade semanal de, pelo menos, três dias de atividades.

Em nota, a Associação do Futebol Argentino (AFA) se mostrou contrária a manobra do clube de Villa Soldati fazendo questão de mencionar que "a família do Futebol Argentino é respeitosa quando as medidas sanitárias adotadas pelas autoridades nacionais" e descarta que tenha dado qualquer autorização específica para o clube fazer as atividades presenciais.

Além de informar que fará a devida investigação sobre o caso, a entidade máxima do futebol argentino imputou total e absoluta responsabilidade da decisão de realizar os treinos ao Deportivo Riestra.

Mediante a repercussão considerável que o caso tomou na Argentina, o clube também se pronunciou alegando que os treinos, caso tenham ocorrido, se deram sem autorização de dirigentes do clube. Além disso, o Riestra adianta que haverá sanções institucionais para os responsáveis e, de antemão, pede "as mais sinceras desculpas a toda a comunidade e todo o âmbito do futebol".

Últimas