Muriel diz ser difícil manter o mesmo ritmo: 'A gente não é máquina'

Goleiro tricolor ressaltou qualidade do adversário, mas destacou que é normal o time ter oscilações ao longo das disputas da temporada

Lance

Lance

Lance

A derrota para o Boavista mostrou as limitações do elenco do Fluminense. Após quatro vitórias em quatro jogos, a perda da invencibilidade no Carioca foi um balde de água fria na empolgação tricolor. O goleiro Muriel elogiou o Boavista e reconheceu que é difícil manter o bom desempenho das partidas anteriores e que o time deve oscilar realmente na competição.

- Acho que dentro da proposta do jogo, o Boavista foi melhor no que propuseram. Não conseguimos imprimir intensidade. A gente não é máquina. Seguimos trabalhando. Não fomos felizes.

Confira a classificação do Campeonato Carioca

Já mirando a partida contra o Unión La Calera, terça-feira, na estreia da equipe na Copa Sul-americana, Muriel descartou mudanças por causa da derrota para o Boavista. O momento é de manter os ânimos no lugar e corrigir as falhas para a o próximo jogo.

- Não é porque perde que está tudo errado. Temos uma decisão na Sul-Americana. Vamos ver o que teve de errado para melhorar no próximo jogo.#