Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Multicampeão: conheça a carreira do zagueiro brasileiro que fez história na Ásia

Glauco Trajano é carioca e atua como zagueiro. Nascido em 1993, o jogador atualmente está nos EUA

Futebol|

Lance
Lance Lance

Com uma carreira marcada por muitos títulos, Glauco Trajano começou sua trajetória vitoriosa em 2015 quando foi Campeão da BTV CUP no Vietnã com o Bangu AC (clube que joga a primeira divisão no RJ). Com boas atuações no campeonato, o jogador despertou interesse de clubes da Ásia e acertou sua ida para o Atlético Ultramar, no Timor-Leste.

A passagem pelo oriente começou em 2017, inicialmente pelo Atlético Ultramar que disputava a segunda divisão. Na equipe, rapidamente, se tornou capitão, e liderou o time que se sagrou campeão e conseguiu o acesso à elite nacional.

- A passagem pelo Atlético não poderia começar melhor. Logo de início, conquistamos a taça e o acesso à elite. Em seguida, ainda fomos campeões da Taça de Timor-Leste, onde jogam todos os clubes do país, da primeira e segunda divisão - relembrou o zagueiro.

No ano seguinte, conduziram um bom campeonato e terminaram na terceira posição, em seu primeiro ano na primeira divisão nacional. Além disso, a equipe foi novamente campeã da Taça de Timor-Leste.

Publicidade

+ CBF define os jogos da terceira fase da Copa do Brasil; confira os confrontos

Em 2019, Glauco recebeu uma proposta do Lalenok United e foi vendido para a equipe rival do Atlético Ultramar. Pelo novo clube, o jogador foi Campeão da primeira Divisão Nacional, conquistou a Taça de Timor-Leste pela terceira vez e foi campeão da Super Taça.

Publicidade

O jogador conquistou a tríplice coroa no ano de 2019 e a vaga para disputa da AFC CUP em 2020. Com isso, Glauco se tornou o jogador estrangeiro com mais títulos nacionais, somando seis conquistas nos três anos em que esteve atuando no país.

- Foi uma fase vitoriosa, as três temporadas que disputei no Timor-Leste foram históricas, abri muitas portas por lá. Mesmo longe, sigo acompanhando as equipes por onde atuei, guardo muito carinho e respeito por ambos os times - ressaltou o zagueiro.

No início da temporada de 2020, o atleta recebeu o convite para se naturalizar, podendo assim atuar pela seleção de Timor-Leste. Entretanto, Glauco recebeu outras propostas e optou por seguir carreira nos Estados Unidos.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.