Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Mudança de rota! Entenda como a Sul-Americana ganhou prestígio para o Corinthians no decorrer da temporada

Chance de título na temporada motiva o Timão dar mais importância para o torneio continental até o fim do ano

Futebol|

Lance
Lance Lance

A ida até a semifinal da Copa do Brasil empolgou o Corinthians a buscar um título nesta temporada. Fora da competição nacional, a Sul-Americana surge como possibilidade para o clube alvinegro levantar um caneco neste que é o último ano da atual administração, presidida por Duílio Monteiro Alves. Nesta terça-feira (22), o Timão recebe o Estudiantes, da Argentina, pelo jogo de ida das quartas de final do torneio continental.

O técnico Vanderlei Luxemburgo já usou a Sul-Americana como laboratório para os garotos, escalando um time misto e agora, a cinco jogos da conquista inédita, levará a campo o que tem de melhor contra o time de La Plata, na Neo Química Arena.

+ Renove o seu estoque de camisas do Timão com o cupom LANCEFUT 10% OFF

Até mesmo a ida corintiana ao campeonato entre clubes da América do Sul foi colocada em xeque quando o treinador optou por escalar um time completamente alternativo na última rodada da fase de grupos da Libertadores, contra o Liverpool, do Uruguai. Ainda que eliminado com uma derrota para o Independiente del Valle, do Equador, no jogo anterior, um empate em casa diante dos uruguaios daria a terceira colocação do grupo E para o Time do Povo, que confirmou o favoritismo, venceu por 3 a 0 e garantiu espaço nos playoffs da Sul-Americana.

Publicidade

E os garotos do Timão tiveram duas novas oportunidades de mostrarem serviço nos duelos contra o Universitario, do Peru, já pela Sul-Americana. Mais uma vez com a garotada e vivenciando um ambiente muito hostil em Lima, no jogo de volta, o clube alvinegro passou de fase e deu importância ao campeonato. Já nos compromissos seguintes, contra o Newell's Old Boys, pelas oitavas de final, a estratégia foi diferente, a de usar o time misto, preservando somente os atletas com a parte física mais comprometida.

Agora, nas quartas de final, o Corinthians deve usar força total. E essa mudança de postura tem muito a ver com o desejo do presidente Duílio Monteiro Alves que, após a eliminação na Copa do Brasil, conversou com Vanderlei Luxemburgo e pediu para que o nível de priorização da Sul-Americana aumentasse para o Corinthians.

Publicidade

Com a campanha de recuperação que o clube do Parque São Jorge está fazendo no Campeonato Brasileiro, onde não perde há seis partidas, a Sul-Americana vem despontando como caminho mais fácil para os alvinegros garantirem uma vaga na Libertadores e, consequentemente, também na Copa do Brasil do ano que vem. Como o torneio nacional só dará classificação com base nos estaduais, é necessário que o Timão vá para a Liberta, já que foi eliminado precocemente do Paulistão, ainda nas quartas de final.

A parte financeira também é considerada no planejamento atual. Ainda que chegar até às semis da Copa do Brasil tenha compensado a verba perdida com a desclassificação antes do previsto no Paulista e na Libertadores, a Sul-Americana tem agregado aos cofres corintianos. Até aqui, o Corinthians já embolsou 1,15 milhão de dólares (R$ 5,7 mi, na cotação atual). A classificação para a semifinal renderá mais 800 mil dólares (R$ 3,9 milhões). Em caso de título, o Time do Povo vai arrecadar 5 milhões de dólares (R$ 24,9 milhões), totalizando 6,95 milhões de dólares (R$ 34,6 mi, na cotação atual). Caso fique em segundo lugar, conquistará 2 milhões de dólares (R$ 9,9 milhões) - que, somado ao arrecadado anteriormente, ficaria em 3,95 milhões de dólares (R$ 19,6 milhões).

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.