Futebol Metinho e João Neto, do Fluminense, e quatro jogadores do Athletico-PR são punidos por briga em final

Metinho e João Neto, do Fluminense, e quatro jogadores do Athletico-PR são punidos por briga em final

João Gabriel Miquelim e Vinicius Amaral, do Furacão, foram os que receberam as maiores penas após voadora e chutes em João Neto, respectivamente

Lance
Lance

Lance

Lance

Seis jogadores foram punidos pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por conta da pancadaria generalizada na final do Campeonato Brasileiro Sub-17, quando o Fluminense conquistou o título sobre o Athletico-PR. As principais penas foram de João Gabriel Miquelim, do Furacão, suspenso por 11 jogos por voadora, mão no rosto e tentativa de agressão com soco a João Neto, além de Vinicius Amaral, com punição de nove partidas por pisar no adversário que estava no chão, tentativa de agressão e atitude desleal e hostil.

> ATUAÇÕES: Fred e Nenê comandam vitória do Fluminense diante do Bahia; Veja as notas

A sessão foi realizada através de videoconferência. No total, nove jogadores foram denunciados. A decisão cabe recurso e pode chegar ao Pleno, última instância. Do lado do Athletico, apenas Ataíde foi absolvido. Além dos dois já citados, Renan e Vitor do Carmo pegaram um jogo de suspensão. O primeiro por conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva e o segundo por praticar ato desleal ou hostil durante a partida.

Pelo Fluminense, Alexsander e Eduardo ficaram livres. Já Metinho e João Neto estão suspensos por um jogo, ambos por praticarem ato desleal ou hostil durante a partida. Vale lembrar que o Sub-17 do Flu entra em campo no próximo dia 10 para disputar a Supercopa contra o São Paulo, campeão da Copa do Brasil em cima do próprio Tricolor.

Por fim, o Flu foi multado em R$ 1 mil (mil reais) no Artigo 206 por atraso do início da realização de partida.

VEJA E SIMULE A TABELA DO BRASILEIRÃO

Relembre cada caso:

- Athletico-PR:

João Gabriel Miquelim, que desferiu uma voadora no rosto de João Neto, do Fluminense, e Vinicius Amaral, que agrediu o jogador tricolor no chão, foram denunciados três vezes no Artigo 254-A, §1º, I do CBJD. Eles poderiam pegar uma pena que varia de quatro a trinta e seis jogos de suspensão.

Neste mesmo artigo, que trata de agressão física, foram denunciados Leonardo Ataide e Vitor do Carmo, podendo pegar um gancho de quatro a 12 jogos. Já Renan Rodrigues foi denunciado no Art. 254-A§1º,I em concurso com Art.258,§2º, inciso II, ambos do CBJD, por conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva, podendo pegar de quatro a 18 partidas de suspensão.

- Fluminense:

Aleksander, Eduardo e João Neto foram denunciados no Artigo 254-A, §1º, I do CBJD, por praticar agressão física, com pena de quatro a doze partidas. Já Metinho respondeu, além do artigo já citado, também pelo Artigo 258, §2º, conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva, podendo pegar de quatro a dezoito jogos de suspensão. O Fluminense foi enquadrado no Artigo 206 por atraso do início da realização de partida. A multa poderia ser de R$ 100,00 (cem reais) até R$ 1.000,00 (mil reais) por minuto.

Últimas