Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Mesmo após resultados ruins, Fernando Lázaro segue prestigiado no Corinthians

Diretoria corintiana confia no projeto com o atual treinador e nem cogita demissão no momento

Futebol|

Lance
Lance Lance

Ainda que a pressão externa sobre o técnico Fernando Lázaro tenha aumentado após a derrota do Corinthians para o Remo, no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil, o treinador segue prestigiado pela direção do clube alvinegro.

O entendimento é que a equipe vinha mostrando evolução no início da temporada, em relação ao fim do ano passado, e que resultados ruins, como o da última quarta-feira (12), e também a eliminação nas quartas de final do Campeonato Paulista, para o Ituano, foram deslizes que não podem apagar a construção de um trabalho.

+ Vai começar o Brasileirão 2023! Veja os palpites da redação do LANCE!

A vitória contundente do Timão sobre o Liverpool, do Uruguai, é algo que reforça o entendimento dos responsáveis pelo futebol corintiano de que o projeto com Fernando precisa ser continuado. A meta da equipe alvinegra é vencer pelo menos uma competição neste segundo semestre, sendo a Libertadores o grande sonho. Assim, a estreia com o pé direito no torneio continental deu ‘segurança’ para a manutenção da ideia com o atual treinador.

Publicidade

+ Como funciona a premiação do Brasileirão? Saiba a recompensa de cada posição em 2022

Hoje, o Corinthians não vê outro profissional no mercado capaz de entregar as mesmas coisas. Tite sempre foi um grande sonho, mas a direção corintiana nunca voltou a sondá-lo após o fim do ano passado, quando, pouco antes da Copa do Mundo, buscou informações sobre a possibilidade do técnico retornar ao Parque São Jorge após dirigir a Seleção Brasileira no Mundial, mas a resposta foi negativa.

Tite tem curtido um período sabático, priorizado a família e tem o desejo de treinar um grande clube europeu. No ano passado, ele chegou a conversar com o Chelsea, da Inglaterra, mas a situação não evoluiu. Nesta temporada, após a demissão de Graham Potter do clube inglês, ele sinalizou, através de pessoas próximas, o interesse em dirigir o Blues.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.