Meio-campo do Santos é incógnita de Jesualdo para duelo contra o Novorizontino

Treinador busca substiuto para Carlos Sánchez, suspenso, e terá retorno de Jobson, disputando posição com o Alison


Já classificado às quartas de final do Campeonato Paulista, o Santos enfrentará neste domingo, às 16h, o Novorizontino pela última rodada da primeira fase da competição com o meio-campo sendo a principal incógnita.

Titular como primeiro volante nos últimos jogos antes da paralisação do futebol, por conta da pandemia do novo coronavírus, Jobson retorna após ficar de fora do empate em 1 a 1 contra o Santo André, nesta quarta-feira, primeira partida após quatro meses e oito dias de paralisação do futebol, válida pela 11ª rodada da competição estadual. O jogador cumpriu suspensão automática por ter sido expulso no dia 14 de março, na derrota por 2 a 1 para o São Paulo, no estádio do Morumbi, pela décima rodada do estadual, que marcou a última partida antes da quarentena.

Contra o Ramalhão, foi a vez de Carlos Sánchez também ser expulso e desfalcar o Alvinegro Praiano para o confronto deste fim de semana.

Desfalque e retorno formam, portanto, o quebra-cabeça do técnico Jesualdo Ferreira para o jogo diante do Novorizontino. Isso porque antes do hiato dos últimos meses, o volante Alison, capitão santista, desfalcava o clube por conta de uma lesão no joelho, ficando de fora dos últimos quatro jogos antes da pausa. Em seu lugar, Jobson assumiu bem a posição, salvo a expulsão contra o Tricolor, tendo feito até um dos gols da vitória do Peixe por 2 a 1 contra o Defensa y Justicia (ARG), em Buenos Aires, pela estreia da equipe na Copa Libertadores da América.

Embora para o Peixe a última rodada da primeira fase do estadual seja para “cumprir tabela”, o que propicia a condição de testes, o time vai engatando uma sequência de jogos após mais de 100 dias parado e com o mata-mata do Paulistão à vista, sendo provável que o escolhido de Jesualdo como cabeça de área seja o seu preferido para a posição.

Já no lugar de Sánchez, a briga fica entre Jean Mota, experiente e craque do Campeonato Paulista e 2019, e jovens da base como Anderson Ceará, que é meia de ofício, Ivonei e Sandry, os dois últimos com características mais próximas as do uruguaio. Sandry, inclusive, foi o escolhido por Jesualdo para substituir o camisa sete no clássico contra o Corinthians, pela quarta rodada, na ocasião Pato Sánchez se sentiu indisposto na véspera da partida.

Jesualdo Ferreira

Jesualdo Ferreira

Lance

Contra o Novorizontino, Jesualdo Ferreira chegará a sua 14ª partida à frente do Santos (Foto: Ivan Storti/Santos FC)