Futebol Médico da Federação Italiana diz que Eriksen não terá permissão para jogar pela Inter de Milão na Itália

Médico da Federação Italiana diz que Eriksen não terá permissão para jogar pela Inter de Milão na Itália

Meio-campista sofreu uma parada cardíaca durante a partida contra a Finlândia, válida pela Eurocopa, e precisou ser ressuscitado ainda dentro de campo

Lance
Lance

Lance

Lance

O médico Francesco Braconaro, da Federação Italiana de Futebol (FIGC), disse que o meia Eriksen precisa retirar o desfibrilador e ter a patologia resolvida para voltar a jogar pela Inter de Milão na Itália. Caso contrário, o jogador não poderá mais atuar no país.

> Confira e simule a tabela da Libertadores

Vale lembrar que Eriksen, de apenas 29 anos, sofreu uma parada cardíaca durante a partida contra a Finlândia, válida pela Eurocopa, e precisou ser ressuscitado ainda dentro de campo. Dias depois, o dinamarquês precisou implantar um cardiodesfibrilador interno (CDI) no coração.

Dinamarca x Finlândia - Eriksen

Dinamarca x Finlândia - Eriksen

Lance

Eriksen deixa o campo após ser ressuscitado (Foto: FRIEDEMANN VOGEL / AFP / POOL)

- Christian Eriksen não terá permissão para jogar na Itália. Se o jogador tiver o desfibrilador removido, e se houver confirmação que sua patologia possa ser resolvida, ele pode voltar a jogar pelo Inter – informou o médico Francesco Braconaro, em entrevista à rádio italiana "Kiss Kiss".

> Veja as melhores fotos do dia dos Jogos Olímpicos de Tóquio

Braconaro ainda lembrou que existem regras muito rígidas na Itália sobre quem pode ser um atleta profissional, com direito a realização de testes por parte da Federação, e não pelos clubes. Assim, sem saber se poderá contar com Eriksen, a Inter de Milão agiu rápido no mercado e garantiu a contratação do meia turco Hakan Çalhanoglu, ex-Milan.

Últimas