Futebol Marinho desabafa: "Ninguém vai tirar da gente que somos vencedores"

Marinho desabafa: "Ninguém vai tirar da gente que somos vencedores"

Eleito o melhor jogador da Libertadores, atacante reconhece que ficou devendo na final

Lance
Lance

Lance

Lance

O Santos não conseguiu vencer o Palmeiras e acabou ficando com o vice da Copa Libertadores da América. O atacante Marinho deu entrevista à Fox Sports logo depois da partida, não conseguiu segurar a emoção, mas fez questão de elogiar o grupo.

>> Confira a tabela atualizada do Campeonato Brasileiro

- Fico até sem resposta. Era o último lance e o atacante deles conseguiu fazer o gol. Não tem como a gente ficar lamentando. Duas equipes que chegaram com méritos. Eu sonhei em estar aqui, dar o título para a nação santista. Me preparei muito, saí de rede social para me concentrar. Hoje, não consegui ser o Marinho. Fico triste por não conseguir ajudar meus companheiros. Lutamos até o final. Passamos por muita coisa, desacreditados. Ninguém vai tirar da gente que somos vencedores - afirmou o atacante, que foi eleito o melhor jogador da Copa Libertadores.

Apesar da perda do título, o atacante destacou a união do elenco e agradeceu a técnico Cuca, questionado pela expulsão nos acréscimos da partida deste sábado.

- gente continua sendo família. Ser família quando ganha é fácil, tem que continuar sendo quando perde. Agradecer ao professor Cuca, que nos ajudou muito - conclui o atacante.

Mesmo com a derrota, Marinho acabou sendo eleito o melhor jogador da Copa Libertadores da América, superando Soteldo, Rony e Weverton.

Últimas