Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Luxemburgo valoriza vantagem, mas vê pênalti não marcado para o Corinthians em vitória na Sul-Americana: 'Isso faz diferença'

Treinador do Timão lamentou erro da arbitragem e comentou chance desperdiçada por Gustavo Mosquito

Futebol|

Lance
Lance Lance

O Corinthians venceu o Estudiantes-ARG por 1 a 0 na noite desta quarta-feira (22), na Neo Química Arena, pelo jogo de ida das quartas de final da Sul-Americana. Em entrevista coletiva após o duelo, o técnico Vanderlei Luxemburgo enalteceu o resultado conquistado em casa e a consequente vantagem para a partida de volta, na Argertina. Luxa, ainda, lamentou a não marcação de um pênalti para o Timão no primeiro tempo.

+ Veja tabela com datas e horários das quartas de final da Sul-Americana

- Dois gols a diferença seria bem maior, claro, mas nós conseguimos uma vantagem para jogar lá na Argentina. Eu tinha que buscar fazer o segundo gol. O time deles é bom e muito bem treinado, não podíamos deixar a equipe vulnerável para eles de repente fazerem um gol. Este jogo era para uma, duas, três oportunidades - disse Luxemburgo.

+ Renove o seu estoque de camisas do Timão com o cupom LANCEFUT 10% OFF

Publicidade

Em relação ao toque de mão do jogador do Estudiantes dentro da área ainda no primeiro tempo, Luxa afirmou que a penalidade deveria ter sido marcada, principalmente por se tratar de um jogo difícil, questionando também a não atuação do VAR.

- O pênalti da mão, acho que sim, foi pênalti, faz uma diferença. Não sei se faríamos o gol ou não, mas a possibilidade era muito grande. Isso faz uma diferença em um jogo tão complicado, porque jogamos contra uma equipe que tem qualidade. Um jogo desta importância, difícil, com VAR , com tudo, tem que marcar. Fazer o que, não deu.

Publicidade

No segundo tempo, Luxemburgo optou pela entrada de Gustavo Mosquito, que marcou o gol do empate do Corinthians com o Cruzeiro na última rodada do Brasileirão. Dessa vez, o atacante não teve a mesma sorte e acabou desperdiçando uma chance clara para o Timão ampliar a vantagem em casa em um momento crucial da partida. O treinador lamentou a oportunidade perdida, mas reiterou que "faz parte do futebol".

- O mesmo cara que deu o empate para a gente contra o Cruzeiro, hoje não deu. Faz parte do futebol. Conseguimos uma boa vantagem para o jogo de lá, mas antes temos que jogar o jogo do Brasileirão - concluiu o treinador do Corinthians.

Publicidade

+ ATUAÇÕES: Gil marca com categoria e garante vitória do Corinthians na Sul-Americana

Com gol marcado pelo zagueiro Gil, o Corinthians conquistou um importante resultado e agora tem a vantagem do empate para o duelo de volta, na Argentina, que acontece na próxima terça-feira (29). Antes disso, o Timão enfrenta o Goiás, no sábado (26), às 21h, pela segunda rodada do returno do Brasileirão, na Neo Química Arena. 

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.