Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Luxemburgo reconhece superioridade do São Paulo sobre o Corinthians: 'Jogar só um tempo de uma decisão é muito pouco'

Para o treinador corintiano, o Tricolor entrou em campo a 200 quilômetros, e o Timão a 20km/h

Futebol|Do R7

Lance
Lance Lance

O técnico Vanderlei Luxemburgo admitiu que a justiça na derrota do Corinthians para o São Paulo, na semifinal da Copa do Brasil, na noite desta quarta-feira (16). Mesmo com a vantagem de um gol, adquirida no jogo de ida, em Itaquera, há três semanas, o Timão foi eliminado da competição nacional ao perder por 2 a 0, no Morumbi. 

Para Luxa, o desempenho das duas equipes foi fundamental para o resultado negativo. O treinador corintiano entende que o Tricolor entrou em uma sintonia muito diferente, conseguindo reverter a adversidade no placar agregado com apenas 30 minutos de jogo. 

+ Renove o seu estoque de camisas do Timão com o cupom LANCEFUT 10% OFF

- O São Paulo estava a 200 quilômetros por hora e nós a 20. Jogo de decisão você tem que ver. O São Paulo fez um primeiro tempo forte. O São Paulo mereceu o resultado no primeiro tempo e soube trabalhar no segundo para conseguir a vantagem - disse Vanderlei na entrevista coletiva concedida após a desclassificação. 

Publicidade

Luxemburgo admitiu que a sua ideia era se defender fortemente nos primeiros 45 minutos, aproveitando os espaços de contra-ataques que os são-paulinos poderiam entregar, principalmente no segundo tempo. Porém, com os gols sofridos ainda na etapa inicial, o técnico precisou mudar a estratégia da sua equipe. 

- Porque eu optei pelo segundo tempo. Faz parte. A estratégia que eu criei era sabendo que o São Paulo viria para cima da gente. Tornei o time mais marcador, mas não tivemos saída. Eu pretendia jogar o São Paulo para o segundo tempo para expor ao contra-ataque, tomamos dois gols e a gente teve que se expor. Jogar só um tempo em uma decisão é muito pouco. - pontuou o comandante do Corinthians. 

Publicidade

Para Vanderlei, a postura são-paulina também foi fundamental para evitar a criação de contra-ataques, possível válvula de escape do Timão no jogo realizado no estádio do Morumbi. 

- Conseguimos fazer a transição em algum momento? O São Paulo conseguiu marcar e jogar a gente para trás no jogo da intensidade deles. A diferença do jogo foi que no primeiro tempo, o São Paulo jogou com uma intensidade totalmente diferente da minha equipe. O nosso meio-campo acoplado não conseguia chegar na bola. Eles estavam se movimentando. Mérito do adversário. A transição só acontece quando você rouba bola e inicia no ataque. Qual foi a bola que a gente tomou no primeiro tempo e fez a transição ofensiva? Nós não fizemos isso. 

Publicidade

LIBERDADE PARA LUCAS

Luxemburgo elogiou o desempenho do meia-atacante Lucas, um dos principais nomes do jogo. Foi do camisa 7 o segundo gol do Tricolor, em um lance que foi a tônica, principalmente do primeiro tempo, com o atleta tendo total liberdade frente à defesa corintiana. 

- Qualidade dele. Ele conseguiu trabalhar numa faixa do campo recebendo nas costas do campo e conectando com o ataque. Jogador de alta qualidade e condição física muito boa. Jogador que está fora do Brasil há muito tempo, mas com uma condição e qualidade física de um jogador diferenciado. Sabíamos que ele funcionaria dessa forma e não conseguimos encaixar - afirmou Luxa. 

ROJAS E WESLEY NO BANCO

Luxemburgo explicou o motivo de não ter iniciado a partida com o meia Matías Rojas e o atacante Wesley entre os titulares. Ambos entraram no segundo tempo e melhoraram a dinâmica ofensiva do Timão. 

- Rojas é um jogador que teve uma lesão, você vê que no primeiro chute que dá ao gol ele sentiu. Imagina se eu coloco ele no primeiro tempo, ele toma uma pancada. São coisas que acontecem internamente. Jogador que faz falta em jogo de decisão, faz uma transição ofensiva muito boa - iniciou o treinador corintiano abordando sobre o meia paraguaio. 

- Wesley, eu vejo potencial muito grande, mas algumas tomadas de decisão são equivocadas. Eu quero que ele faça gol, tem que se acostumar com o gol. Tem que perceber que quando o Renato chega, ele tem que fechar. A bola passou cruzada. É uma coisa que ele vai pegar. Não tenha dúvida que ele está evoluindo - completou Luxa, falando sobre a cria do terrão. 

A derrota para o São Paulo interrompeu uma sequência de 11 jogos que o Corinthians tinha de invencibilidade nas mãos de Luxemburgo. O Timão voltará a campo neste sábado (19), contra o Cruzeiro, pela primeira rodada do segundo turno do Brasileirão. A partida acontecerá no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.