Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Luxa revela onde o Corinthians conquistou a classificação na Sul-Americana e afirma: 'Você nunca espera jogo bonito em Copa'

Luxemburgo explicou opção por rodar o elenco contra o Newell´s Old Boys e deixar Murillo no banco do Timão

Futebol|Do R7


Lance
(Foto: MARCELO MANERA / AFP)

Não foi um grande jogo em Rosario, na Argentina, mas o empate sem gols com o Newell's Old Boys, na volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana, foi suficiente para o Corinthians garantir a classificação na competição continental. O Timão sofreu, foi pressionado, mas segurar o resultado foi fundamental para que a equipe alvinegra avançasse às quartas. Para o técnico Luxa, um jogo pouco bonito é normal em torneios eliminatórios, principalmente na América do Sul.

+ Renove o seu estoque de camisas do Timão com o cupom LANCEFUT 10% OFF

O treinador corintiano também considera que a promoção de sua equipe à próxima etapa da Sula não foi conquistada no duelo realizado nesta terça-feira (8), fora de casa, mas sim quando o clube alvinegro conseguiu a vitória na Neo Química Arena, na semana passada. Na ocasião, o Corinthians até saiu perdendo, mas conseguiu a virada no segundo tempo, o que deu a vantagem do empate em solo argentino.

- Você nunca espera um jogo bonito em uma Copa, principalmente na Libertadores e na Sul-Americana. É assim que as fases avançam. Não conquistamos a classificação hoje, nem no Peru, contra o Universitario, nem contra o Newell's Old Boys, mas ganhamos quando jogamos em casa e conseguimos a vantagem - pontuou Luxemburgo na entrevista coletiva após a classificação.

Publicidade

Assim como na partida de ida, Vanderlei mesclou titulares e reservas na escalação inicial. Atletas como Fagner, Murillo e Fábio Santos, por exemplo, começaram no banco. Eles foram preservados devido à carga de jogos disputados. Do trio, somente o zagueiro não entrou durante a partida.

Na fase anterior, de playoff, a estratégia do técnico corintiano foi escalar um time alternativo, composto principalmente por garotos. E deu certo, já que o Timão venceu os dois jogos contra o Universitario, do Peru.

Publicidade

- É o jogo. Jogando e conhecendo mais uns aos outros, dando mais minutos a jogadores que não estavam jogando. Dava uma visão de colocar os jovens de um lado e os experientes do outro, mas estava dando condições a um ao outro. Hoje o Murillo não jogou, jogou o Caetano. Murillo é jovem, mas também sente. Estava com a perna carregada. Girar a equipe é muito bom, eles adquirem experiência. Os mais experientes vão passando aos mais jovens como funciona, e os mais jovens vão entendendo o que acontece - destacou Luxa.

+ Veja tabela e datas das oitavas de final da Sul-Americana

Publicidade

Com a temporada se aproximando do fim, a Sul-Americana está ganhando cada vez mais importância para o Corinthians. Ainda assim, o clube alvinegro tem pela frente uma semifinal da Copa do Brasil, na próxima quarta-feira (16), contra o São Paulo. Com a vantagem de um gol construída na partida de ida, há duas semanas, em Itaquera, o Timão tem a vantagem do empate para se classificar à final pelo segundo ano consecutivo. A situação é similar à que a equipe construiu na Sula.

Além disso, o time do Parque São Jorge tem a missão de se distanciar da zona de rebaixamento. Mesmo sem perder há 10 partidas, o clube ainda está próximo do perigo, estando apenas dois pontos acima do 17º colocado, atualmente o Santos.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.