Futebol Luizão recusa primeira investida de europeus, e São Paulo reascende esperança por permanência

Luizão recusa primeira investida de europeus, e São Paulo reascende esperança por permanência

Jovem cria de Cotia fez exigências inesperadas a time inglês na hora de assinar contrato

Lance
Lance

Lance

Lance

A boa atuação no clássico contra o Palmeiras pode ter mexido com a cabeça do zagueiro Luizão. A cria de Cotia surpreendeu os bastidores do São Paulo após recusar a primeira proposta oficial recebida de um clube europeu, o West Ham, da Inglaterra. E reascendeu a esperança interna no Morumbi de seguir no clube para 2023.


+ Confira quem pode deixar o São Paulo no final da temporada

O LANCE! apurou que o jovem de 20 anos não seguiu a orientação de seu estafe e fez exigências extras para assinar um contrato com os ingleses. A principal delas é uma compensação financeira ao Tricolor por sua saída. O fato desagradou os europeus e pode fazer com que as tratativas voltem a um estágio inicial, visto que a expectativa era chegar e garantir a transferência de imediato.

Luizão tem contrato com o São Paulo até o fim de janeiro de 2023. Já pode assinar um pré-acordo com qualquer outro clube interessado. O zagueiro recebeu sondagens e foi monitorado por diversos europeus, como Benfica, Sporting, Porto, Fulham, Juventus e grupo Red Bull. Mas recebeu proposta concreta apenas do West Ham.

Após o clássico ante o Palmeiras, dirigentes são-paulinos tentaram uma 'cartada final' com Luizão. O chamaram para conversar e explicaram que uma saída agora para a Europa o faria ser preterido nos clubes e até mesmo emprestado para adquirir mais experiência. No Morumbi, ao menos teria mais tempo de jogo por agradar o técnico Rogério Ceni.

A informação da recusa inicial ao West Ham animou os cartolas tricolores sobre uma mudança de tom na postura do jogador até então inédita. E uma nova conversa pela renovação, que estava praticamente descartada, será estudada.

Luizão foi promovido ao plantel profissional nesta temporada, após a campanha da semifinal da Copa São Paulo de juniores. Já havia renovado o seu vínculo inicial com o Tricolor por um ano, ganhando uma porcentagem de seus direitos econômicos como compensação. Ao todo, fez 15 jogos e marcou um gol pelo clube do Morumbi.

A difícil expectativa de sua permanência fez com que Ceni praticamente assumisse que não contava mais com o jovem para o ano que vem.

- O Luizão dificilmente vai ficar. Um atleta que não renovou até agora, com contrato que acaba em janeiro. Não é uma informação, ninguém me falou nada. Mas um jogador que, a noventa dias de vencer o contrato, não renovou até agora, dificilmente vai renovar - disse, após o empate sem gols com o rival alviverde.

> Confira classificação, jogos e simule resultados do Brasileirão-22
> Conheça o novo aplicativo de resultados do LANCE!

Últimas