Luís Figo destaca a falta que Cristiano Ronaldo faz ao Real Madrid

Em entrevista à 'Club del Deportista', ex-jogador ressalta relação do craque com o clube merengue: 'Cristiano fez o Real Madrid grande e o Real Madrid fez o Cristiano grande'

Lance

Lance

Lance

Na última quinta, o ex-jogador Luís Figo concedeu uma entrevista à 'Club del Deportista'. Nela, o português relembrou momentos de sua vitoriosa carreira, ressaltou a falta que Cristiano Ronaldo faz ao Real Madrid e a queda de rendimento do time desde a saída do craque para a Juventus.

- Não só ao Real Madrid. Cristiano fez o Real Madrid grande e o Real Madrid fez o Cristiano grande. Qualquer equipa queria tê-lo, porque é um jogador que te garante golos, que é o mais importante. Garante e não são poucos, como bem sabemos - disse Figo.

Além disso, Figo comentou sobre sua transferência do Barcelona para o Real Madrid, no dia 1 de julho de 2000, por 60 milhões de euros, um valor recorde na época. Para ele, uma transação entre clubes rivais é muito difícil de acontecer na atualidade.

- Poderia ser mais difícil, mas nada é impossível no futebol. Quem diria que há 20 anos se ia pagar tanto por um jogador? As pessoas não se lembram, mas eu cheguei a Barcelona para substituir o Laudrup, que tinha assinado pelo Real Madrid - salientou.

Durante a entrevista, o ex-jogador também falou sobre ter conquistado o prêmio da Bola de Ouro, ou seja melhor jogador do ano, em 2000. Uma premiação criada pela conceituada revista francesa 'France Football'.

- Comparando com a atualidade, a diferença é que existiam muito mais candidatos (não só Messi e Cristiano Ronaldo) para conquistar esse magnifico galardão. Era muito difícil vencer, existiam 10 ou 15 possibilidades, era muito mais complicado - considerou.

O ex-atleta português, que se aposentou dos gramados em 2009, atuou em grandes clubes europeus como o Sporting, Barcelona e Real Madrid. Com a camisa merengue, ele integrou a equipe eternizada como "Los Galácticos", que encantou o mundo do futebol. Após essa grande fase, o craque teve uma passagem pela Inter de Milão, onde pendurou as chuteiras.

Na carreira, foram 173 gols em 789 partidas com as camisas dos quatro clubes pelo qual passou. Já pela Seleção de Portugal, jogou 127 partidas e marcou 32 tentos. Entre os títulos importantes, o craque conquistou a Liga dos Campeões da UEFA em 2001–02 e as La Ligas das temporadas 2000–01 e 2002–03, com a camisa do Real.

Além de diversos títulos na carreira, como quatro Campeonatos Italianos pela Inter de Milão, uma Supercopa da UEFA e duas Copas do Rei pelo Barcelona, entre outras conquistas na vitoriosa carreira, Figo teve reconhecimentos individuais no futebol.

Ele recebeu o prêmio Bola de Ouro em 2000, o título de Melhor Jogador do Mundo pela FIFA em 2001 e, em 2004, foi incluído por Pelé na lista FIFA 100.