Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Luís Castro explica sucesso do Botafogo no Brasileirão e abre jogo sobre renovação

Treinador afirma que os torcedores alvinegros foram fundamentais para virada de chave do Glorioso na temporada

Futebol|Do R7

Lance
Lance Luís Castro está satisfeito no comando do Botafogo (Vítor Silva/BFR)

Luís Castro viveu momentos de altos e baixos sob comando do Botafogo nesta temporada. O treinador sofreu duras críticas dos torcedores por conta das atuações no começo do ano, mas conseguiu encontrar uma cara para equipe alvinegra no início do Brasileirão.

- O que planejamos quando iniciamos uma temporada é ter um trabalho consistente e ter uma equipe que produza um futebol de qualidade. Sabemos que, havendo continuidade e qualidade, estamos sempre mais pertos de ganhar. No começo do ano, nossa equipe apresentou oscilações, frutos de uma pré-temporada muito sinuosa. Quando é assim, sempre tira um pouco de confiança. Fomos ganhando condição ao longo do campeonato. O que queríamos era um bom desempenho e obter bons resultados através desse desempenho - declarou Luís Castro ao podcast “FutCast”.

+ Ex-Globo agora é do Lance! Veja as movimentações da imprensa esportiva em 2023

- Fisicamente fomos competentes. O gramado também nos ajudou. E depois tem uma dimensão fundamental que é a mental. Tivemos um apoio muito grande de toda torcida do Botafogo. Não houve uma vaia durante esse tempo no Nilton Santos e isso é uma lição para todos. Estamos muito mais perto da vitória quando todos apoiam. Quando houve esse entendimento de todos, nossa equipe foi crescendo mentalmente. Esse crescimento mental fez com que nossa equipe atingisse paz e confiança - completou.

Publicidade

+ Da crise até ascensão: relembre os altos e baixos do Botafogo no primeiro semestre de 2023

Questionado sobre renovação, Luís Castro afirmou que ainda não foi procurado pelos dirigentes alvinegros.

- Ainda ninguém falou comigo sobre isso. Não é uma coisa que me preocupe. Não sei, não faço ideia nenhuma. Não faz parte das minhas preocupações agora. Eu respeito muito o organograma do clube, sou um simples funcionário do clube que desenvolve o trabalho para o qual fui chamado. Olho de forma muito pragmática para o futebol. Transporto comigo muita ambição. Um clube ganhador quer uma mentalidade ganhadora. “Ah, quando perde você não diz isso”. Digo, sempre, os jogadores sabem que digo que quero sempre uma mentalidade ganhadora. Mesmo nas derrotas, nos momentos difíceis.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.