Futebol Luís Castro elogia segundo tempo do Botafogo após triunfo: 'Boa forma de defender e volume ofensivo'

Luís Castro elogia segundo tempo do Botafogo após triunfo: 'Boa forma de defender e volume ofensivo'

Em coletiva de imprensa, comandante português valorizou a disputa intensa do Campeonato Brasileiro e detalhou como tem evoluído o trabalho no Glorioso

Lance

Com dois tempos distintos, o Botafogo reagiu na etapa final e mudou os brios para sair com a vitória sobre o Avaí, na Ressacada. O técnico Luís Castro explicou as mudanças que surtiram efeito e fizeram com que o time fosse mais intenso e se aproximasse do G8 (grupo que irá à próxima edição da Libertadores).

Luís Castro - Botafogo

Luís Castro - Botafogo

Lance

Castro destacou a evolução do Botafogo no jogo (Vítor Silva/Botafogo)

- O jogo foi mais lutado do que jogado, poucos espaços, sempre encurtado, e nós queríamos ganhar o jogo o tempo todo, mas por caminhos que não treinamos. O nosso meio campo estava muito distante, tivemos pouco jogo por dentro. Isso fez com que a gente tenha feito uma mudança, de dar mais amplitude com Marçal na esquerda e com o Victor (Sá) na direita. O meio com Eduardo e Tchê Tchê, e com dois homens atrás do Tiquinho, que foram o Jeffinho e o Jacob. Aí, acho que os jogadores foram melhores na segunda etapa - explicou, e em seguida emendou:

+ Confira e simule a tabela do Campeonato Brasileiro

- Acho que foi um jogo controlado, no segundo tempo o nosso domínio é o que fica de mais marcante no jogo. Isso mostrou mais uma vez a boa forma de defender e o nosso volume ofensivo - acrescentou.

Com o triunfo, o Alvinegro agfora soma 40 pontos, dois amenos que o América-MG, que ocupa a oitava colocação. Duranbte a coletiva, o português também valorizou a disputa intensa do Brasileirão e detalhou como tem evoluído no trabalho.

- O Brasileirão é um dos campeonatos mais difíceis do mundo. O que caracteriza a nossa equipe nele até hoje foi a forma com que nós caímos em determinados momentos da temporada, e a forma digna como nós encaramos sempre o dia a dia, com muita seriedade dos nossos jogadores. E depois voltamos a cair, tivemos duas séries de quatro derrotas marcantes, mas quando uma equipe se constrói na dificuldade, é como em nossas vidas, nós damos mais valor à vida, e ela fica mais bonita - afirmou:

- Nesses mesmos 25 anos de carreira eu sempre consegui o que os clubes queriam, por que aqui não vou conseguir? Então, fui caminhando com minhas convicções, e tenho jogadores que acreditam muito no nosso trabalho. Ter jogadores desse nível é fantástico. É um campeonato difícil, vamos continuar a lutar pelos nossos objetivos, e é um prazer trabalhar com eles e trabalhar com o Botafogo - acrescentou.

+ ATUAÇÕES: Marçal, Jeffinho e Tiquinho se destacam na vitória do Botafogo na Ressacada

O Botafogo volta a campo no domingo, para medir forças com o São Paulo, às 16h, no Morumbi. O confronto direto na briga pelo G8 é válido pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Últimas