Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Luís Castro critica estrutura do Botafogo e centro de treinamento: 'Bom para estacionar carro'

Treinador ainda mostrou ressentimento pelas críticas recebidas por parte da torcida nas últimas semanas de trabalho

Futebol|Do R7

Lance
Lance Luís Castro reclamou das condições de trabalho no espaço Lonier, CT do Botafogo (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

O técnico do Botafogo, Luís Castro, fez, na manhã desta sexta-feira, duras críticas ao Espaço Lonier, o centro de treinamentos do clube atualmente. Em entrevista coletiva, o treinador afirmou que o piso duro tem causado problemas físicos nos jogadores, comparando o local a um estacionamento.

+ De Cavani a James: Textor busca estrela para o Botafogo no primeiro ano de projeto

- No lado prático, tem um CT com um piso duríssimo que é bom para estacionar carro, mas que temos que treinar lá mas que causa muitos problemas devido à dureza do piso. Não temos um CT com as condições mínimas para o dia a dia - reclamou.

A equipe treina usualmente no campo anexo do Estádio Nilton Santos, mas fará atividades pontuais no centro de treinamentos. O local anterior passou por reformas. O clube chegou a buscar outras alternativas, mas não conseguiu. Como o Lonier fica na zona oeste do Rio de janeiro, o distanciamento dos setores também é um problema, já que a estrutura já existente no Niltão é muito longe.

Publicidade

Veja a tabela da Série A do Brasileirão

​- Temos uma academia longe de nós e que quero ter mais perto. Tenho consciência que o mercado não vai dar sempre o que teremos. É uma organização e estrutura que queremos mais perto mas andam tão distantes. Não conhecemos os líderes dos departamentos em dois meses porque não temos estrutura. É isso que deve preocupar o projeto. Quero muito atingir tudo o que o Botafogo quer, mas faltam muitas condições práticas para chegar a isso e as pessoas precisam ter consciência disso.

Publicidade

O português também demonstrou certa mágoa com os xingamentos recebidos pela torcida durante a sequência de resultados ruins. Agora, o Botafogo vem de vitórias sobre São Paulo e Internacional. Após a virada épica no Beira-Rio, os alvinegros foram ao aeroporto receber o time com festa.

- Torcedores nunca me assustaram. Nem pelo bem nem pelo mal. A chegada (ao aeroporto) foi depois de alguns dias depois de me mandarem tomar no *, o estádio todo. Quer uma situação quer outra, não me esqueço nada. O dia que me mandaram tomar no c* nem a forma como me receberam. Nos faz pensar o futebol e o que representamos para as pessoas - considerou.

Publicidade

Botafogo e torcida voltam a se encontrar no próximo domingo, no Estádio Nilton Santos, quando o time de Luís Castro disputa o clássico contra o Fluminense, às 16h, pelo Campeonato Brasileiro.

- Enfrentar o Fluminense e as ideias do Fernando sem abdicar das nossas ideias é um desafio que vamos por em prática e esperamos ter sucesso. Vamos continuar aquilo que temos feitos. Não vamos inverter caminhos, nós ratificamos, não invertemos. O Botafogo vai estar no mesmo caminho - avaliou o treinador.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.