Futebol Líder na Championship, Rafael Cabral, ex-Santos, revela: 'Não é certo que eu continue no Reading'

Líder na Championship, Rafael Cabral, ex-Santos, revela: 'Não é certo que eu continue no Reading'

Goleiro brasileiro é um dos principais destaques do time que ocupa o 1º lugar na segunda divisão inglesa. Equipe está com três vitórias em três jogos e Rafael só sofreu um gol

Lance
Lance

Lance

Lance

Três jogos, três vitórias e apenas um gol sofrido. Esses são os números que o goleiro Rafael Cabral tem pelo Reading na atual temporada da Championship, a segunda divisão inglesa. A campanha sob comando do novo treinador, o sérvio Veljko Paunovic, é bem diferente e o sonho do brasileiro remanescente do time do ano passado é conseguir alcançar a Premier League e se juntar a Alisson e Éderson.

Mudanças

O camisa 33 afirmou que sua equipe não conseguiu ter uma regularidade na última temporada e esse foi um dos fatores para que o Reading não conseguisse sucesso na Championship. O time havia terminado apenas em 14º lugar e 14 pontos atrás da 6ª colocação para disputar os playoffs e subir para a primeira divisão da Inglaterra. Ainda assim, Rafael está confiante com as mudanças que estão acontecendo na equipe e indica o que pode melhorar em relação ao último ano.

- Tivemos muita inconsistência, momentos bons, com vitórias seguidas e outros sem pontuar. Nosso time deu uma reformulada, pois cerca de 10 jogadores do elenco do ano passado terminaram seus contratos. O time vem treinando bem e temos que ser mais consistentes, pontuar sempre. No meu time, tem seis, sete jogadores de seleções de seus países.

As trocas de treinadores também foram prejudiciais para o Reading ao longo da temporada. A franquia começou com o português André Gomes e posteriormente Mark Bowen assumiu o comando técnico do time. O brasileiro também explicou a mudança de filosofia do atual treinador.

- Nosso técnico era inglês e a mentalidade deles é de bola longa, segunda bola, às vezes não gostam de sair de trás. Agora temos um treinador muito tático, que gosta de jogar bonito, com a bola nos pés, jogar rápido. Nosso time tem muita qualidade e temos tudo para jogar melhor. Eu sou grato ao Mark Bowen. A mentalidade é diferente.

Calendário enxuto
Diferente das principais competições de futebol, a segunda divisão inglesa possui 24 equipes, o que faz com que o campeonato nacional tenham 46 rodadas. Por conta da pandemia da Covid-19, a temporada começou com mais de um mês de atraso em relação a uma época normal. Apesar da sequência pesada de jogos, Rafael acredita em um enorme equilíbrio e pouco favoritismo para alguns elencos.

- Os times que descem da Premier League têm o favoritismo para subir novamente. Mas a Championship é muito difícil. Um time que ano passado estava bem, pode brigar para não cair, as pontuações são muito próximas. Tudo depende do decorrer da temporada e começar bem faz toda a diferença.

Futuro

Eleito o melhor goleiro da última temporada da Championship e o melhor jogador da temporada pelos fãs de sua equipe, o brasileiro possui mercado em diversas times. Faltando uma semana para a janela de transferências fechar, Rafael Cabral abriu a possibilidade de jogar por outra clube ainda nesta época, mas afirmou estar feliz no Reading e que o objetivo é seguir no futebol inglês.

- A gente tem algumas possibilidades, não é certo que eu continue no Reading. Eu estou tranquilo e feliz. Meu objetivo é ter o melhor rendimento possível e viver coisas grandes no futebol. Se eu permanecer no Reading, o objetivo será subir para a Premier League. Se eu tiver em outro clube, o foco será em tentar ser campeão. O futebol inglês é o melhor do mundo. Eu estava com algumas possibilidades fora, mas quero continuar na Inglaterra.

Diversos clubes da Premier League estão movimentando o mercado de arqueiros nesta janela de transferências e Rafael Cabral é um dos principais atletas da posição após ter feito uma das melhores épocas de sua carreira. No momento, com os bons resultados na principal competição do ano, o sonho da Premier League se aproxima. Neste sábado, o Reading encara o Watford, time cotado como favorito para ser campeão e o primeiro grande desafio para o camisa 33.

Últimas