Futebol Lazaroni analisa empate com o Flu: 'Se tivesse que ter um vencedor, seria o Botafogo'

Lazaroni analisa empate com o Flu: 'Se tivesse que ter um vencedor, seria o Botafogo'

Após 1 a 1 com o Tricolor, treinador do Alvinegro elogiou produção ofensiva da equipe e afirmou que time precisa trabalhar na bola aérea defensiva 

Lance
Lance

Lance

Lance

Bruno Lazaroni saiu na bronca com o primeiro resultado como treinador do Botafogo. Neste domingo, o Alvinegro empatou por 1 a 1 com o Fluminense, no Estádio Nilton Santos, pela 13ª rodada do Brasileirão. Após o duelo, o técnico afirmou, em entrevista coletiva, que esperava um resultado melhor pela produção do Glorioso.

- Procurei dar sequência ao trabalho do Paulo. As coisas até aconteceram de forma repetida, infelizmente. Tivemos uma produção ofensiva boa, o dobro de finalizações em relação ao adversário, cinco chances reais de gol... Na minha humilde opinião, se tivesse que ter um vencedor, esse teria que ser o Botafogo - analisou.

Treinador efetivado desde sexta-feira, Lazaroni não teve muito tempo para passar instruções à equipe. O comandante afirmou que a principal ordem foi para ocupar a área do Fluminense após os cruzamentos.

- O que eu pedi aos atletas foi, já que temos bons finalizadores dentro da área, toda vez que a bola chegar pelo lado, colocar no mínimo três alterações dentro da área. O Paulo (Autuori) pedia isso, mas eu cobrei mais isso deles nesse sentido - afirmou.

O Botafogo volta aos gramados na próxima quarta-feira, às 21h30, contra o Palmeiras, novamente no Nilton Santos. Lazaroni, contudo, ainda não sabe se vai contar com Keisuke Honda, com uma torção no tornozelo.

- Ainda estou aguardando o feedback do departamento médico e do próprio Honda. Se ele sentir confortável, a gente quer o grupo mais forte possível. Perdemos jogadores importantes durante a competição, ele é um deles. Tendo o elenco todo a disposição é melhor para ter mais opções durante o jogo - explicou.

MAIS RESPOSTAS DE LAZARONI

Entrada de Pedro Raul
- A opção por tirar o Rentería foi por muito mais de ter um pouco mais de peso na área, com Babi e Pedro Raul, e um jogador mais móvel perto da área, o Rhuan. Nós sofremos no primeiro tempo com situações de bola parada, por isso a minha opção de manter o Forster em campo.

Últimas