Futebol Lázaro desconversa sobre futuro do comando no Corinthians: 'Vamos construir a partir da segunda'

Lázaro desconversa sobre futuro do comando no Corinthians: 'Vamos construir a partir da segunda'

Lázaro desconversa sobre futuro do comando no Corinthians: 'Vamos construir a partir da segunda'

Lance

Fernando Lázaro deixou em aberto a possibilidade de seguir no comando do Corinthians para o compromisso da equipe no próximo domingo (27), contra o Red Bull Bragantino, às 11h, na Neo Química Arena, pela nona rodada do Paulistão.

Isso porque a diretoria corintiana está otimista em anunciar o português Luis Castro como novo treinador antes do duelo contra o Massa Bruta.

> TABELA - Confira e simule os jogos do Timão no Paulista
> GALERIA - Veja todos os técnicos estrangeiros na história do Corinthians

Ainda assim, independentemente do anúncio, pode ser que Lázaro comande o Timão na partida seguinte, por conta de todos os trâmites para a chegada do técnico português ao Brasil, já que ele atualmente dirige o Al-Duhail, do Qatar.

De todo modo, Fernando tentou desconversar sobre o tema, disse que o planejamento da semana iniciará na segunda-feira (21), quando o elenco se reapresentará no CT Joaquim Grava, mas se manteve à disposição da direção do clube alvinegro.

- Semana cheia, vamos descansar, recuperar as energias, com os atletas procurando desempenho, Vamos passo a passo. Nos reapresentamos na segunda-feira e, como temos feito sempre passo a passo. Estou à disposição do clube no que for preciso. Vamos construir a semana a partir da segunda-feira - disse o interino em entrevista coletivao após o 1 a 1 contra o Pantera, fora de casa.

Mesmo com a igualdade no marcador, Fernando Lázar manteve a sua invencibilidade nas ocasiões em que dirigiu o Corinthians. São quatro jogos neste ano, com três vitórias e um empate. A estatística cresce para cinco vitórias e um emapte se contabilizarmos os dois jogos em que Lázaro comandou o Timão no ano passado, entra a saída de Vágner Mancini e chegada de Sylvinho. O aproveitamento até aqui é de 88,8%.

Últimas