Jornal inglês: Uefa estuda suspender todo futebol na Europa até setembro

De acordo com "The Independent", entidade deve se reunir com principais órgãos do futebol europeu, na próxima terça-feira, para propor adiamento de torneios do continente

Lance

Lance

Lance

A Uefa está pronta para paralisar todo o futebol na Europa até setembro, informa o jornal "The Independent", da Inglaterra. Diante da crise relacionada ao coronavírus, a entidade teme que muitos clubes não reúnam condições de manter suas atividades até o fim temporada e levem as competições do continente ao colapso financeiro e operacional.

De acordo com o veículo britânico, a Uefa deve se reunir na próxima terça-feira com 55 associações nacionais, os conselhos da Associação Europeia de Clubes e as Ligas Europeias, além de um representante da FIFPro, para elaborar uma estratégia de ação. Espera-se que o órgão adie a Euro 2020, suspenda a Liga dos Campeões e proponha uma paralisação de todos os torneios nacionais do velho continente.

A Inglaterra é considerada um ponto central para a questão debatida pela Uefa.
Após o técnico do Arsenal Mikel Arteta ser diagnosticado com coronavírus, todo o futebol do país do suspenso nesta sexta-feira. Os clubes ingleses concordam com a decisão, mas, segundo o "The Independent", a pressão irá aumentar a partir da próxima semana. Sem partidas, secarão fontes de renda como venda de ingressos e publicidade, mas salários e outras despesas ainda precisarão ser quitadas.

Desta forma, avalia-se que a maioria dos clubes da Premier League podem sobreviver ao jejum de rendas prolongado, mas muitas equipes das divisões inferiores, filiadas à EFL (Liga Inglesa de Futebol) ficariam em péssimas condições, e poderiam abandonar as disputas em curso - quebrando a máquina financeira do esporte no país.

Uma minoria de clubes, informa o jornal, deseja anular a temporada atual e recomeçar do zero após o verão europeu. Uma resolução que agradaria todas as partes envolvidas, porém, torna esta possibilidade improvável.