Futebol Jorge Jesus diminui manifestações: 'Hoje está na moda isso de racismo'

Jorge Jesus diminui manifestações: 'Hoje está na moda isso de racismo'

Questionado sobre corrido no jogo PSG e Basaksehir, treinador faz declarações polêmicas: 'Se dizer o mesmo contra um branco, já não é racismo'

Lance
Jorge Jesus cria polêmica com opinião sobre racismo

Jorge Jesus cria polêmica com opinião sobre racismo

Divulgação Benfica

O treinador do Benfica, Jorge Jesus, foi questionado sobre o caso de racismo que ocorreu na partida entre PSG e Istanbul Basaksehir. Em coletiva, o português disse acreditar que "está muito na moda isso de racismo".

- Bem, eu não sei... não estava lá. Não sei o que aconteceu, o que se falou, o que se diz, mas hoje está muito na moda isso do racismo. Como cidadão tenho direto de pensar à minha maneira e só posso ter uma opinião concreta se souber o que se disse naquele momento - começou dizendo.

- Hoje, qualquer coisa que se possa dizer contra um negro é sempre sinal de racismo. Se dizer o mesmo contra um branco, já não é racismo. Está se implementando essa onda no mundo - completou.

O caso ocorreu na partida entre PSG e Istanbul, na qual foi paralisada aos 15 minutos do primeiro tempo. O quatro árbitro, Coltescu, foi acusado de ser racista contra um membro da comissão técnica da equipe turca. Demba Ba, atacante senegalês, liderou o movimento e todos deixaram o campo. Neymar e Mbappé foram flagrados dizendo que não jogariam com o árbitro no estádio.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook.

PSG e Istanbul deixam campo após 4º árbitro ser acusado de racismo

Últimas