Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

John Arias faz dedicação emocionante e comenta arbitragem do título do Fluminense

O jogador comentou sobre a arbitragem de Roldán

Futebol|Do R7


Arias ofereceu título para a avó
Arias ofereceu título para a avó

John Arias fez uma homenagem emocionante para sua avó após conquistar a Copa Libertadores pelo Fluminense. O jogador exaltou a influência da sua família na sua trajetória. Esta foi a primeira vez na história que o Time das Laranjeiras conquistou o continental.

- Minha vó está presente todos os dias da minha vida. Hoje ela está mais contente do que o normal. Lá de cima ela está orgulhosa. Desde pequeno, a minha ligação com a família é a minha maior força. Minha mãe, irmão, estão aqui e curtindo. A minha família Fluminense está todo dia comigo, sou feliz aqui e estou feliz de deixar minha vó orgulhosa - dedicou.

O jogador também comentou a arbitragem da final. Em um jogo apitado por Wilmar Roldán, algumas decisões tomadas pelo árbitro geraram polêmicas. Uma delas foi a cabeçada do zagueiro Valentini, do Boca Juniors, em Paulo Henrique Ganso, do Fluminense, muito porque o árbitro não deu nem cartão amarelo. Arias evitou dar uma opinião muito concreta, dizendo que a equipe 'focou em sua força'.

- O árbitro tem grande experiência. Foi um jogo visto por todo o mundo. O Roldán ele tem capacidade para apitar. Focamos na nossa força, no que estava ao nosso alcance. Precisávamos fazer a nossa parte, sem se preocupar com a arbitragem - esclareceu.

Publicidade

Por fim, John Arias também comentou sobre a importância de ter conquistado a Libertadores em um estádio como o Maracanã. Para ele, ter conseguido tal feito o faz 'se sentir valorizado'.

- Claramente, hoje eu estou eternizado, ficaremos marcado em um clube tão grande como o Fluminense. O cenário completo, jogo no Maracanã, maior palco da América do Sul, um rival como Boca e o primeiro título do Fluminense. Eu fico grato. O dia de hoje, me sinto valorizado pelo jogador e pessoa que sou. Estou feliz pelo que eu sou, quero ser um exemplo para as pessoas. Me sinto valorizado. Minha grande meta é ser uma pessoa melhor do que fui um ano atrás - completou.

Fluminense vence o Boca Juniors e é campeão da Libertadores; veja as melhores fotos do jogão

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.