Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Jogo do Corinthians: entenda a síndrome de Guillain-Barré, que fez Peru declarar emergência

Timão estava com receio de viajar ao país por conta do surto da doença

Futebol|Do R7


Lance
Foto: Divulgação - Monumental de Lima receberá o duelo entre Universitario e Corinthians

O Corinthians enfrenta o Universitario (PER), nesta terça-feira (18), pela volta dos playoffs da Copa Sul-Americana. Porém, antes da partida, o Timão estava com receio de viajar ao país por conta de um surto da síndrome de Guillain-Barré, que vem assolando o Peru.

+ Cantillo na lista! Confira 30 jogadores que ainda não fizeram sete jogos no Brasileirão e podem trocar de clube

Segundo os dados do Ministério da Saúde local, o país registrou 182 pacientes com a doença no primeiro semestre de 2023. A síndrome de Guillain-Barré é uma doença neurológica que afeta os sistemas imunológico e nervoso periférico.

De acordo com o Ministério da Saúde brasileiro, ela é geralmente provocada por um processo infeccioso anterior e manifesta fraqueza muscular, com redução ou ausência de reflexos. Segundo o órgão, a maioria dos pacientes percebe inicialmente a doença pela sensação de dormência ou queimação nas extremidades membros inferiores (pés e pernas) e, em seguida, superiores (mãos e braços). 

Publicidade

+ Timão avança? Veja todos os confrontos dos playoffs da Sul-Americana

Além disso, a síndrome pode apresentar diferentes graus de sintomas, provocando leve fraqueza muscular em alguns pacientes ou casos de paralisia total dos quatro membros em outros.

Publicidade

Receio do Corinthians

O Corinthians se mostrou preocupado com a crise sanitária no Peru e consultou a Conmebol sobre as condições no país e a possibilidade da mudança do local da partida contra o Universitario.

Lance! apurou que a resposta da Conmebol ao Corinthians foi que não haveria mudanças, o que de fato ocorreu. O departamento de futebol corintiano está atento e monitorando a evolução dos casos, mas como a doença é autoimune - não é contagiosa ou transmissível - e quase não há casos em Lima, cidade na qual a partida será disputada, a Conmebol não considerou fazer mudanças no local do jogo;

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.