Futebol Jogadores do Fluminense apontam péssimo gramado como justificativa para empate contra o Boavista

Jogadores do Fluminense apontam péssimo gramado como justificativa para empate contra o Boavista

Wellington e Luccas Claro afirmam que o Tricolor teve dificuldade em tocar a bola e por isso não conseguiu vencer o Boavista, no Elcyr Resende, em Bacaxá

Lance
Lance

Lance

Lance

O gramado do Estádio Elcyr Resende, em Saquarema, recebeu muitas críticas dos jogadores do Fluminense após o confronto diante do Boavista. Para o volante Wellington, o Tricolor empatou em 0 a 0 muito pela dificuldade que o campo impôs ao time.

- Não é desculpa, mas com o time mais técnico, o campo acaba atrapalhando bastante. Estava muito quente, mesmo assim tivemos posse de bola, saímos jogando e tivemos as melhores chances de fazer o gol e não perdemos. Era um jogo para cumprir tabela, jogamos bem, nos entregamos pela camisa do Fluminense, que é o que mais importa para o torcedor. Demos a nossa vida, mas infelizmente o resultado positivo não veio, mas também não perdemos.



O zagueiro e capitão Luccas Claro reforçou as palavras de Wellington, lamentou o empate, mas fez questão de destacar a grande campanha do Fluminense, que entra forte na busca pelo título estadual.

- Buscamos o jogo todo, mas encontramos muita dificuldade. O adversário marcou super bem, mas o campo deu muita dificuldade de jogar, completamente diferente do que jogamos na competição inteira. Quando colocamos a bola no chão, tentamos, criamos chances de gol, mas não conseguimos concluir. Fizemos uma grande primeira fase, vamos manter isso para tentar conquistar o título carioca.

O Fluminense agora deixa o Carioca de lado e foca na Libertadores da América. Na quarta-feira, o Tricolor enfrenta o Olímpia, em Assunção, em jogo que vale vaga na fase de grupos da competição. No Rio, o Flu venceu por 3 a 1 e se classifica até perdendo por um gol de diferença.

Últimas