Futebol Jogador há mais tempo no clube, Samir inicia sua sexta temporada na Udinese

Jogador há mais tempo no clube, Samir inicia sua sexta temporada na Udinese

Com saída do atacante argentino Rodrigo de Paul, zagueiro cria do Flamengo segue como a referência do grupo bianconero

Lance
Lance

Lance

Lance

O brasileiro Samir e o argentino Rodrigo de Paul chegaram juntos à Udinese, em 2016. O atacante deixou o clube recentemente, contratado pelo Atlético de Madrid. Assim, o zagueiro, cria do Flamengo, entra na sua sexta temporada na Itália como o jogador do elenco que há mais tempo veste a camisa bianconera. Fato que, ao mesmo tempo, lhe dá orgulho e traz responsabilidades.

Palmeiras renova com zagueiro, Flamengo anuncia reforço… O Dia do Mercado

Em outubro de 2020, inclusive, já em meio à pandemia, Samir completou 100 jogos pela Udinese. No momento, já tem 128, com seis gols marcados. Com as 92 partidas que realizou com a camisa rubro-negra, e outras três pelo Hellas Verona, clube para o qual foi emprestado assim que chegou à Itália, ele tem um total de 223 jogos como profissional.

O último deles aconteceu na semana passada, na abertura da temporada italiana 2021/2022, com a Udinese estreando com vitória de 3 a 1 sobre o Ascoli, pela Copa da Itália. E, neste fim de semana, entra em cena o Campeonato Italiano, e a equipe já terá pela frente a poderosa Juventus, dentro de casa, no Estádio Friuli. Bom teste para saber como o time irá se portar nesse início de trabalho.

Triste pela saída do De Paul, um amigo que fiz no futebol e que fará muita falta aqui, pelo grande jogador e artilheiro que é. Mas feliz pela sequência que ele dará à carreira. Mas nosso grupo fez uma bela pré-temporada na Áustria, tivemos alguns bons amistosos de preparação e começamos com uma vitória convincente na Copa da Itália. Que a gente possa fazer um bom Campeonato Italiano. Já teremos uma pedreira na primeira rodada, mas é um daqueles grandes jogos que todos querem estar em campo - disse.

Samir chama atenção para um fator fundamental, que tem tudo para impulsionar ainda mais o Calcio nesta temporada: o título da Eurocopa conquistado pela Itália no mês passado.

- Foi uma daquelas ‘voltas por cima’ que costumamos ver no mundo da bola, histórias de superação. A Itália, uma das maiores potências do futebol, ficou fora da última Copa do Mundo e teve que se redescobrir, se reinventar. E conquistou a Euro de forma brilhante. E isso, com certeza, dará um novo ânimo e uma nova cara à nossa Liga. As expectativas para uma grande competição são as melhores possíveis - encerrou.

Últimas