Jesualdo conta como conduziu o elenco após ações de Éverson e Sasha contra o Santos: 'Muita coisa em jogo'

Após dias tensos, técnico santista afirmou que o elenco busca juntar forças para brigar pelo título paulista: 'Esse é um projeto real'

Lance

Lance

Lance

O técnico do Santos, Jesualdo Ferreira, apelou para a união do elenco, após o goleiro Éverson e o atacante Eduardo Sasha moverem uma ação contra o clube na Justiça do Trabalho, alegando pendências financeiras.

O treinador português não condenou a postura da dupla, mas afirmou que há algo muito maior em jogo na carreira dos jogadores e que pensa, acima de tudo, no Santos FC.

– Cada jogador, cada pessoa nesse caso, é livre de tomar a suas responsabilidades. A única coisa que fizemos, que eu fiz particularmente, foi apelar a união, dizer que estava muita coisa em jogo em andamento as carreiras dos jogadores e que era importante que antes de tomar qualquer posição refletissem bem – disse em entrevista coletiva virtual concedida após o empate em 1 a 1 contra o Santo André, na Vila Belmiro, pela 11ª rodada do Campeonato Paulista nesta quarta.

– Havia um projeto, que é o Santos, que é o mais importante ao logo desse tempo todo. Enquanto se discutia muita coisa, pra mim o Santos sempre foi muito mais importante do que todas essas discussões – completou o professor.

Jesualdo garantiu que o grupo está focado em buscar forças em meio a um ambiente administrativamente delicado e buscar o título paulista, no qual o Peixe não conquista há quatro anos. De acordo com o técnico, esse é o projeto real que o Alvinegro Praiano possui no momento.

– E que o que tem nesse projeto, esse é um projeto real, ele existe, e todos os outros que a gente possa pensar não são reais ainda, pode ser em um futuro, mas no momento não são. Portanto, havia ansiedade e ansiedade de se juntar forças, juntar ânimos, juntar quereres, para que a equipe possa fazer nesses cinco jogos que faltam, nessa altura com seis, nesse pequeno campeonato, faça tudo para ganhar o título. Há um título em discussão e nós vamos brigar por ele – afirmou Jesualdo.

Boa parte dos atletas santistas estão há cinco meses sem receber os seus direitos de imagem. Ainda há pendências referentes aos recolhimento do FGTS, além da redução salarial de 70% aplicada pelo clube há três meses, mesmo que sem o consentimento dos jogadores.

A diretoria busca alternativas para “estancar a sangria” financeira do clube e acertar pelo menos parte dessas pendências até o fim de julho, contudo uma ala da gestão, incluindo o presidente José Carlos Peres, acreditam que isso só será possível, caso algum atleta seja negociado. Alvo do Benfica, o zagueiro Lucas Veríssimo é o principal cotado para deixar o clube.