Futebol Jefté e Alexsander são integrados ao time de Aspirantes do Fluminense

Jefté e Alexsander são integrados ao time de Aspirantes do Fluminense

Jogadores passam a treinar no CT Carlos Castilho, onde podem ser melhor observados pela comissão técnica da equipe principal

Lance
Lance

Lance

Lance

O Fluminense terá mais duas jovens promessas da "Geração dos Sonhos" do Sub-17 subindo de categoria. O lateral-esquerdo Jefté e o volante Alexsander, ambos de 17 anos, foram integrados ao grupo do Sub-23, comandado por Ailton Ferraz. Os dois voltaram ao clube nos últimos dias após servirem à Seleção Brasileira Sub-18 desde o dia 25 de fevereiro, assim como os companheiros João Neto e Matheus Martins.

> Fluminense é o grande há mais tempo sem conquistar o Carioca: relembre as campanhas dos últimos 20 anos

Assim como outras jovens promessas, os jogadores passam a treinar no CT Carlos Castilho, onde ficam mais próximo da equipe principal e podem ser observados pela comissão técnica de Roger Machado. Na lateral-esquerda, o Flu está de olho no mercado e tem Egídio e Danilo Barcelos no elenco. Já entre os volantes a concorrência é maior. Vale lembrar que o time Sub-23 vem atuando neste início de Campeonato Carioca, mas no clássico com o Flamengo, neste domingo, a equipe já deve contar com mais profissionais.

VEJA A TABELA DO CAMPEONATO CARIOCA

Habilidoso e com um jogo ofensivo, Jefté é mais uma das joias criadas no Fluminense. Antes de conseguir entrar na base tricolor, inclusive, ele foi recusado em três testes. Assim, começou a trajetória no Tigres do Brasil, também localizado em Xerém. Aos 14 anos, porém, o jovem chamou a atenção do Flu e mudou de equipe. Durante a última temporada, o atleta disputou 27 partidas, sendo titular em 25, divididas entre o Sub-17 e o Sub-20, onde fez três partidas. O lateral foi campeão brasileiro e vice na Copa do Brasil e na Supercopa.

Já Alexsander assinou no início de fevereiro o primeiro contrato profissional com o Fluminense, até o fim de janeiro de 2024. A multa rescisória para o mercado internacional é de € 40 milhões (R$ 276 milhões na cotação atual). Ele começou as competições do Sub-17 como reserva, mas ganhou a vaga após a lesão de Pedro Rocha e não saiu mais do time.

Outros jogadores dessa geração que também estão no time Sub-23 e podem aparecer no profissional são Matheus Martins, João Neto, Metinho e Kayky. Nas primeiras partidas do Campeonato Carioca, quem foi titular na lateral-esquerda foi Raí, com Marcos Pedro como reserva. Já no meio-campo, André e Caio Vinícius foram os escolhidos.

Últimas