Futebol Isla elogia atuação do Del Valle, mas afirma: 'Tem muita Libertadores pela frente, o torneio não termina aqui'

Isla elogia atuação do Del Valle, mas afirma: 'Tem muita Libertadores pela frente, o torneio não termina aqui'

Flamengo joga mal, é envolvido pelo adversário, e sofre sua maior goleada na história do torneio continental. Equipe joga na terça, às 19h15, contra o Barcelona de Guayaquil

Lance
Lance

Lance

Lance

Na noite desta quinta, o Flamengo sofreu a sua maior goleada na história da Copa Libertadores ao ser derrotado pelo Independiente Del Valle por 5 a 0 em Quito. Com a derrota, o rubro-negro fica na segunda colocação do Grupo A com seis pontos e vê o rival disparar com 9. Na saída de campo, o lateral-direito Maurício Isla comentou sobre a apática atuação da equipe e elogiou a maneira como o time dirigido por Miguel Ángel Ramírez jogou.

- O Independiente Del Valle jogou uma grande partida. Uma partida que sabia o que fazer, tinha ideias de jogo muito claras. Primeiro tempo, a gente teve duas chances de gol, mas eles tiveram muitas. É sempre difícil jogar na altitude, já sofri com a seleção do Chile. Tem muita Copa Libertadores pela frente e o torneio não termina aqui - explicou.

Após a goleada, o Flamengo segue na capital equatoriana, já que enfrenta o Barcelona em Guayaquil, na terça. Para este confronto, o chileno disse que a equipe tem que se preparar da melhor forma, pois será mais um jogo muito complicado fora de casa.

- Temos que jogar melhor do que hoje. Será uma partida muito difícil e temos que preparar da melhor forma, descansar. Ninguém gosta de tomar 5 a 0 e é seguir trabalhando para melhorar. E iremos trabalhar para essa equipe chegar à final da Libertadores - frisou.

O Flamengo volta a campo pela Libertadores na próxima terça, em Guayaquil, contra o outro rival equatoriano do grupo, o Barcelona, às 19h15. No Campeonato Brasileiro, por sua vez, o Rubro-Negro visita o Palmeiras, dia 27, às 16h, no Allianz Parque.

Últimas