Corinthians

Futebol Investida em Giuliano não inviabiliza contratação de Renato Augusto pelo Corinthians

Investida em Giuliano não inviabiliza contratação de Renato Augusto pelo Corinthians

Acerto iminente com o meia ex-Inter e Grêmio não significa a desistência do ex-corintiano. Diretoria do Timão trata as negociações como frentes independentes e confia nos acertos

Lance
Lance

Lance

Lance

O torcedor do Corinthians que temeu por um recuo na negociação por Renato Augusto pode ficar tranquilo, já que a iminente chegada de Giuliano como primeiro reforço da temporada não vai inviabilizar a contratação do ídolo alvinegro. A diretoria trabalha nas duas frentes de forma independente.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2021 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Jemerson e Otero dão adeus! Veja quem já deixou o Corinthians em 2021

Segundo apurou a reportagem do LANCE!, em momento algum foi cogitada a exclusão de uma negociação para privilegiar a outra. Como duas ótimas oportunidades de mercado, elas estão sendo tratadas ao mesmo tempo e caminham para um desfecho positivo para o Timão nas próximas semanas.

Apesar da confiança da diretoria, as negociações estão em estágios diferentes. Giuliano já está livre no mercado após rescindir com o Istanbul Basaksehir, da Turquia, seu último clube. Assim, as tratativas são diretamente com o jogador, dependendo somente dele para sacramentar o acordo, que está próximo, mesmo com a concorrência de Internacional e Grêmio, que já vinham no páreo.

Enquanto isso, a situação de Renato Augusto é mais complexa, já que ele ainda precisa se desligar do Beijing Guoan, da China, para que o Timão possa iniciar as conversas de forma oficial. O vínculo do meia com o clube chinês vai até o fim deste ano e já há a possibilidade de assinar um pré-contrato, mas o objetivo é aguardar uma rescisão amigável e trazê-lo ainda nesta janela.

Ambas as negociações, vale destacar, estão sendo feitas de acordo com a realidade financeira do clube, sem fazer "loucuras" , como os dirigentes têm falado desde o início desta gestão de Duilio Monteiro Alves. O mandatário afirmou que já enxugou cerca de R$ 4,5 milhões na folha salarial do clube. Espaço que permite encaixar essas contratações neste momento.

Últimas