Futebol Internacional bate Vitória fora de casa pela Copa do Brasil

Internacional bate Vitória fora de casa pela Copa do Brasil

Com gol de Thiago Galhardo, Colorado pode até empatar no jogo da volta para sair com uma vaga nas oitavas de final

Lance
Thiago Galhardo marcou o gol solitário na partida contra o Vitória, na Copa do Brasil

Thiago Galhardo marcou o gol solitário na partida contra o Vitória, na Copa do Brasil

Reprodução/Twitter

Jogando no Barradão na noite desta quinta-feira (3), o Internacional venceu o Vitória pelo jogo de ida da 3ª fase da Copa do Brasil. O único gol da partida foi marcado por Thiago Galhardo, de pênalti, já na etapa final. Sendo assim, o Colorado leva a vantagem do empate para o duelo da volta que acontece na próxima semana.

Depois do compromisso pela Copa do Brasil, as equipes agora viram a chave para o Brasileirão. Pela Série B, o Vitória recebe o Náutico na próxima segunda-feira (7), às 20h. Já na Série A, o Internacional visita o Fortaleza no domingo (6), às 16h.

Apesar do domínio, o Inter seguia com problemas para assustar o goleiro Ronaldo. A solução veio quando Wallace Reis agarrou Thiago Galhardo dentro da área e cometeu pênalti. Na cobrança, o próprio Galhardo bateu no meio, viu o goleiro encostar na bola, mas não o suficiente para evitar que os gaúchos abrissem o placar.

Com a vantagem dos visitantes no placar, o Vitória se viu obrigado a se lançar mais ao campo de ataque, o que passou a oferecer mais espaços para as jogadas em velocidade do Colorado. Em uma delas, Taison recebeu na intermediária e arriscou o chute. A bola desviou em Wallace e carimbou o travessão.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA 0 X 1 INTERNACIONAL
Local:
Estádio Barradão, em Salvador-BA
Data/Horário: 03 de junho de 2021 (quinta-feira), às 19h
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO)
Gol: Thiago Galhardo (27’/2°T) (0-1)
Cartões amarelos: Guilherme Santos, Soares (Vitória), Taison, Lucas Ribeiro (Internacional)

VITÓRIA: Ronaldo, Raul Prata, Marcelo Alves, Wallace Reis e Pedrinho (Roberto, aos 28’/1°T); Gabriel Bispo, Fernando Neto (Cedric, aos 14’/2°T) e Soares (João Pedro, aos 0’/2°T); Guilherme Santos (Ygor Catatau, aos 0’/2°T), Samuel (Samuel Granada, aos 26’/2°T) e David. Técnico: Rodrigo Chagas

INTERNACIONAL: Daniel, Saravia, Víctor Cuesta, Lucas Ribeiro e Moisés; Johnny, Edenilson (Maurício, aos 15’/2°T) e Patrick (Boschilia, aos 15’/2°T); Taison (Lucas Mazetti, aos 37'/2°T), Caio Vidal (Lucas Ramos, aos 28’/2°T) e Yuri Alberto (Thiago Galhardo, aos 15’/2°T). Técnico: Miguel Ángel Ramírez

Brasil apresenta uniforme da delegação para Tóquio 2020

Últimas